Integração entre órgãos de segurança no combate à criminalidade em Lajeado é elogiada no RS

Para 2022, órgãos de segurança projetam intensificar o trabalho com inteligência situacional para qualificar o mapeamento da criminalidade e subsidiar o trabalho policial


0

Segurança foi o tema central da entrevista do programa Redação no Ar desta terça-feira (21). Em pauta o desempenho de Lajeado no programa RS Mais seguro. Para comentar os números da cidade, foram convidados o delegado Juliano Stobbe, titular da delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco); o capitão da Brigada Militar Jorge Luís Engster e o coordenador do Departamento de Trânsito de Lajeado, Vinícius Renner.

O programa é um programa do Governo do RS com métricas para que os órgãos de segurança pública possam seguir balizas para melhorar a sensação de segurança para os gaúchos, explica o delegado Stobbe. Com isso, o governo escolhe municípios com maior índice criminal para focar recursos, inteligência e promover maior integração dos órgãos diretamente ligados à área para dar resposta efetiva, detalha o oficial da BM.

Na última reunião do RS Seguro, Lajeado foi elogiado como um dos sistemas de segurança mais bem integrados. “Para mim é a melhor do Estado, porque a gente consegue fugir de barreiras funcionais e até de questões pessoais, porque nós temos relações que vão no dia a dia, e isso é extremamente importante”, valoriza Renner.

Em 2022, os órgãos de segurança projetam intensificar o trabalho com inteligência situacional para qualificar o mapeamento da criminalidade e subsidiar o trabalho policial.

 


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui