Itália vai obrigar vacinação para maiores de 50 anos

O país tem 78% de sua população com o ciclo inicial de imunização concluído


0
Foto: Antonio Pizzoli / AFP /CP

O governo da Itália chegou a um acordo, por unanimidade, nesta quarta-feira (5) para tornar a vacinação contra a covid-19 obrigatória para pessoas a partir de 50 anos de idade até 15 de junho de 2022. A medida é uma resposta à recente explosão nos casos do novo coronavírus em função da disseminação da variante ômicron e foi formalizada em uma reunião do Conselho de Ministros.

“Queremos travar o crescimento da curva de contágio e forçar os italianos que ainda não se vacinaram a fazer isso. Intervimos em particular nas faixas etárias de maior risco de hospitalização para diminuir a pressão nos hospitais e salvar vidas”, disse o primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, durante coletiva de imprensa.

O país tem 78% de sua população com o ciclo inicial de imunização concluído, mas também possui 5,5 milhões de pessoas a partir de 12 anos que sequer tomaram a primeira dose. Desse total, cerca de 2,3 milhões têm 50 anos ou mais.

Atualmente, a vacinação anti-covid não é compulsória para nenhuma faixa etária na Itália, apenas para algumas categorias profissionais, como trabalhadores da saúde, policiais e professores. Com recordes seguidos de casos no país, o premiê italiano vinha sendo pressionado a tornar a imunização obrigatória, pelo menos para algumas faixas etárias, mas o tema divide a coalizão de união nacional que sustenta seu governo.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui