Japonês encontra pai morto há 7 anos no Google Earth, compartilha imagem e viraliza

Na postagem ele pede que o Google não atualize a foto da rua para preservar a memória do pai.


0
Homem pediu para Google não atualizar foto da rua (Foto: Reprodução / GoogleEarth)

Quando um ente querido morre é comum olhar fotos antigas para relembrar momentos de outrora. Mas um usuário do Twitter, identificado como @TeacherUfo não esperava encontrar pai, que morreu em 2013, no Google Earth.

Em postagem no Twitter, o homem disse que foi pesquisar sua rua no site e se emocionou com o resultado da busca: “Não tenho nada para fazer durante a corona, então quando fui ver a casa dos meus pais no Google Earth, vi meu pai que morreu há sete anos”, escreveu.

A imagem mostra seu pai parado na calçada de frente para a sua mãe. Emocionado com a surpresa, ele pede que o Google não atualize a foto da rua – para preservar a memória do pai. “Por favor, não atualize a foto deste lugar como ele é”, disse. A postagem recebeu mais de 680 mil curtidas, 114 mil retuítes e quase bateu mil comentários.

A postagem fez com que usuários procurassem por parentes falecidos no site. Uma mulher também localizou a fotos de seus avós, e aproveitou para agradecer ao dono da postagem original.

“Quando olhei para o campo onde ficava a casa dos pais da minha mãe, encontrei uma fotografia do meu avô, que morreu há quatro anos, indo para casa diariamente com a avó. Mandei imediatamente uma foto para minha família materna. A família inteira está feliz. Muito obrigado pela sua oportunidade maravilhosa, obrigado”, escreveu.

Outra mulher – também emocionada – mostrou o registro de sua falecida avó caminhando. “Quando examinei antes, vi minha avó que morreu há nove anos. Eu estava chorando quando mostrei para minha mãe”, relatou.

Mulher encontrou avó em foto do Google Earth e se emocionou - Reprodução/Google Earth - Reprodução/Google Earth
Mulher encontrou avó em foto do Google Earth e se emocionou (Foto: Reprodução/Google Earth)

Fonte: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui