Jornal editado por estudantes e professores do Bairro Santo Antônio reforça laços comunitários em Lajeado

Promotor Sérgio Diefenbach valoriza a iniciativa, que mostra os valores positivos da parceria em comunidade


0
Foto: Tiago Silva

No quadro “Direto ao Ponto” desta quinta-feira (30), o promotor de Justiça Sérgio Diefenbach valorizou um projeto de jornal comunitário editado por estudantes e professores de uma escola do Bairro Santo Antônio, em Lajeado. A publicação tem mil exemplares, e deve ser editada quatro vezes por ano pela Escola Estadual de Ensino Médio Santo Antônio.


ouça o quadro “direto ao ponto”

 


Para o integrante do Ministério Público, as páginas do Geags promovem o senso e o pertencimento comunitário ao mostrar valores positivos e contar a história local, do bairro, por meio do jornalismo comunitário.

Ele lembra dos laços com horta comunitária, atividades como oficinas de pão realizadas com as mães dos alunos, iniciativas como o almoço ofertado aos moradores do bairro às quintas, bem como os círculos de paz e as rodas de escuta.

Diefenbach aponta que o nome do jornal e a escola como um todo promove elementos de comunicação não violenta, algo que precisa ser exercitado na sociedade, bem como os laços comunitários e integração local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui