Jornalista cria projeto para auxiliar idosos no aprendizado com novas tecnologias

Bárbara Correia criou o “Vomo - cursos para melhor idade”. Conheça a iniciativa


0
Foto: Divulgação

A jornalista Bárbara Correia criou o “Vomo – cursos para melhor idade”. A iniciativa usa o analógico para ensinar o digital. A ideia é colocar a terceira idade em contato com as novas funcionalidades tecnológicas. A inspiração para o desenvolvimento do projeto é a avó de Bárbara, de 85 anos. “Ela é extremamente ativa”, conta.


ouça a entrevista

 


No “Vomo”, Bárbara oportuniza aulas personalizadas, baseadas na necessidade dos alunos. Todas aulas têm ferramentas como dominó, palavras-cruzadas e carteados para inserir os novos conceitos do mundo digital. Um método de facilitar a compreensão, explica.

“Para nós é algo que está no nosso cotidiano. A gente já está acostumado e, às vezes, já está no automático”, observa a jornalista. “Eles querem aprofundar mais o conhecimento”, aponta. “Eles têm uma caixa de informação gigantesca na mente para armazenar, e essa novidade do mundo digital ainda precisa ser inserida’, comenta.

Jornalista Bárbara Corrêa (Foto: Tiago Silva)

Conforme Bárbara, “tudo que eles externalizam é poder estar mais perto dos familiares”. Ela cita uma pesquisa que aponta que 60% dos idosos gostariam de ter mais contato com o celular para poder falar com os familiares. “Então, talvez um movimento que a gente veria daqui uns cinco anos foi rapidamente impulsionado pela pandemia. Então, hoje, eles têm tem uma vida extremamente ativa, e a pandemia impossibilitou esses movimentos. Aí a conexão deles com o mundo é o celular, o computador”, analisa.

“A rotina hoje dos 60+ não é mais aquilo que a gente está acostumado”, destaca Bárbara. “Eles querem viajar, eles compram online, querem fazer internet banking”, lembra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui