Polícia Civil acredita em motivação passional ou vingança para homicídio em Lajeado


0
Foto: Marcio Steiner

Duas hipóteses estão sendo trabalhadas pela Polícia Civil a respeito da motivação do homicídio de Alisson Henrique Gomes Bittencourt (27), ocorrido na tarde de terça-feira (06), no bairro Conservas. O morador do bairro foi executado a tiros no cruzamento das ruas João Avelino Maria e Manoel Vicente, próximo à divisa com o bairro Jardim do Cedro. Um dos tiros atingiu a cabeça da vítima, que morreu no local. O Instituto Geral de Perícias (IGP) realizou levantamentos na cena do crime.

De acordo com o delegado Juliano Stobbe, agentes da Seção de Investigações foram ao local e conversaram com populares e familiares da vítima. A polícia trabalha com as possibilidades de crime passional ou por vingança. Ainda conforme o delegado, Bittencourt tinha antecedentes por furto e roubo. Este foi o 15º homicídio registrado em Lajeado em 2017. O último caso havia sido no dia 13 de maio, no bairro Jardim do Cedro.

O corpo de Alisson está sendo velado no ginásio do bairro Conservas e o sepultamento será em horário a ser definido, no Cemitério Municipal do Jardim do Cedro. MS/DB

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui