Juiz Johnson deixa a comarca de Lajeado

O magistrado, que chegou a Lajeado em 2010, vai assumir um cargo ainda não divulgado no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.


1
Foto: Nícolas Horn / Arquivo

O juiz de Direito e diretor do Foro de Lajeado, Luís Antônio de Abreu Johnson (56), deixará o posto que ocupa na cidade. O magistrado, que chegou a Lajeado nos primeiros dias de 2010, vai assumir um cargo, ainda não divulgado, na administração do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS), em Porto Alegre.

Johnson tem mais de 41 anos de atuação no Poder Judiciário. Entre 1979 a 2004, foi servidor, tendo ingressado no Tabelionato de Notas da Comarca de São Jerônimo aos 14 anos. Tomou posse como juiz de Direito no dia 28 de fevereiro de 2005 na comarca de Encruzilhada do Sul. Depois, passou pelas comarcas de Rio Pardo, Santa Vitória do Palmar, São Luís Gonzaga e, por último, em Lajeado.

Dentre algumas decisões que ganharam notoriedade na atuação em Lajeado, Johnson reconheceu, em 2012, um casamento gay realizado na Inglaterra entre um brasileiro e um britânico e permitiu, em 2015, o casamento civil, em Lajeado, entre dois imigrantes haitianos que não tinham documentação em Lajeado.

No mesmo ano, teve atuação importante na construção do novo albergue do sistema semiaberto do Presídio Estadual de Lajeado e, em 2016, na construção e inauguração do Presídio Feminino de Lajeado.

Natural de São Jerônimo, Johnson foi juiz substituto em todas comarcas do Vale do Taquari. Em 7 de maio de 2015, recebeu o título de cidadão lajeadense da Câmara de Vereadores de Lajeado. JC/RS

1 comentário

  1. Magistrado exemplar, excelente profissional, Juiz que honra a toga e eleva o nome da Instituição. Como advogado sempre tento me espelhar em bons exemplos e apreender com quem sabe mais. Desejo ao Dr. DOHNSON muito sucesso e alegria em sua nova jornada de trabalho. Bel. Darci Gross.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui