Júri popular do Caso Becker será dia 15 de agosto, em Porto Alegre

Julgamento dos réus, dois deles naturais de Roca Sales, acontece 14 anos depois do crime


0
O médico, bastante conhecido, foi morto a tiros na noite de 4 de dezembro de 2008 (Foto: Divulgação)

O juiz Roberto Schann Ferreira, da 11a Vara Federal de Porto Alegre, confirmou para o dia 15 de agosto de 2022, às 9h, na Justiça Federal, em Porto Alegre, o júri dos quatro acusados de matar o médico Marco Antônio Becker. Na época a vítima era vice-presidente do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers). O médico, bastante conhecido, foi morto a tiros na noite de 4 de dezembro de 2008, na Rua Ramiro Barcelos, no Bairro Floresta, na capital.

Conforme o Ministério Público Federal, o ex-andrologista Bayard Olle Fischer dos Santos, natural de Roca Sales, é acusado de ser o mandante do crime. Um ex-assistente dele, Moisés Gugel, também de Roca Sales, teria intermediado as negociações para matar Becker. O traficante Juraci Oliveira da Silva, o Jura, é acusado de planejar o crime. Michael Noroaldo Garcia Câmara teria sido contratado para o assassinato.

Conforme o MPF, a motivação para o crime seria o fato de Becker ter sido o responsável pela cassação do diploma de médico de Bayard. Os réus respondem ao processo em liberdade. Bayard e Moisés chegaram a ser presos por esse crime, mas estão soltos desde 14 de abril de 2011. Michael Noroaldo Garcia Câmara estava preso por outro caso até 25 de junho de 2021, quando foi colocado em liberdade. Já Juraci Oliveira da Silva está preso por outros crimes e foi transferido do sistema penitenciário gaúcho para uma prisão federal em 9 de novembro de 2020, em razão da sua periculosidade.

A previsão é que o julgamento se estenda até o dia 18. O sorteio dos jurados ocorrerá em 22 de julho de 2022, às 13h30, na sede da Justiça Federal, em Porto Alegre. Dezessete testemunhas foram arroladas pela acusação e pelas defesas. CC/GZH

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui