Justiça da Grécia declara que líder de partido neonazista comanda uma organização criminosa

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 8h.


0
Foto: Alkis Konstantinidis/Reuters

A Justiça da Grécia declarou, nesta quarta-feira (7), que o fundador do partido neonazista grego Aurora Dourada, Nikos Michaloliakos, e outros líderes do grupo comandam uma organização criminosa. Durante a crise fiscal do país, em 2015, o Aurora Dourada chegou a ser a terceira maior força no Parlamento grego. Em 2013, um rapper antifascista foi assassinado por um apoiador do partido. Depois desse crime, os promotores gregos começaram a investigar membros do Aurora Dourada –inclusive parlamentares. Nesta quarta, o principal acusado, Yiorgos Roupakias, foi declarado culpado pelo tribunal. Michaloliakos, o fundador do grupo político, de 62 anos, é um dos 68 acusados no processo, no qual são julgados um assassinato e duas tentativas de homicídio. A sentença foi recebida com aplausos na sala de audiência e comemorada pela multidão reunida diante do palácio de justiça. A polícia usou gás lacrimogêneo para dispersar milhares de pessoas. Fonte: G1

Vereadores de Lajeado aprovam sete projetos de lei na sessão desta terça-feira

Sete dos oito projetos de lei que estavam na pauta da Câmara de Vereadores de Lajeado na sessão desta terça-feira (7) foram aprovados com unanimidade de votos. Eram seis do Poder Executivo e dois do Legislativo. Com origem da Câmara estão nomeações de ruas: de Sérgio Rambo (PT) a denominação de Rua Alzido Reinoldo Lamb para a Rua B13, no Loteamento Verdes Vales III, no Bairro Carneiros; e de Waldir Gisch (PP) a nomeação de Nelson Henrique Fluck para via no Loteamento Largo da Montanha no Bairro Montanha. Com pedido de vista de Neca Dalmoro (MBD) foi adiada a votação da matéria que abria crédito de R$ 631.000,00 para o custeio de despesas com contratação de horas-máquina para a central de triagem do aterro sanitário, bem como suprir despesas com tratamento de chorume, que devido às últimas cheias extrapolaram a previsão anual.

Conselho Nacional de Educação aprova juntar anos letivos de 2020 e 2021 e ensino remoto até fim do ano que vem

O Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou nesta terça-feira (6) a validade do ensino remoto até dezembro de 2021, após os 6 meses de suspensão das aulas presenciais pela pandemia do coronavírus, e a junção dos anos letivos de 2020 e 2021. As diretrizes valem para todas as redes do país, desde a educação básica até o ensino superior, sejam elas públicas, privadas ou comunitárias. No entanto, elas não são obrigatórias. O texto ainda deverá ser homologado pelo Ministério da Educação (MEC) e, depois, as redes poderão aderir ou não à proposta. O conselho é responsável por assessorar o MEC nas políticas educacionais federais. Fonte: G1

Sem voto em 2016, quase mil mulheres voltam a se candidatar nestas eleições

Um levantamento feito pelo G1 revela que 975 candidatas mulheres que não receberam nem sequer um voto em 2016 voltaram a se candidatar nestas eleições. Em 99% dos casos, as mulheres lançaram a nova candidatura no mesmo município pelo qual “concorreram” em 2016. Porém, mais da metade das candidatas (57%) mudou de partido. Quase todas as mulheres (98%) continuam buscando uma cadeira na Câmara Municipal. Elas disputam por 27 partidos, sendo que MDB, PSD e PP registram o maior número das mulheres ‘zeradas’ em 2016 que concorrem em 2020. Os estados com o maior número dessas candidaturas são Bahia, Minas Gerais, São Paulo e Maranhão. Fonte: G1

Em São Paulo, 700 escolas da rede estadual reabrem nesta quarta-feira

As aulas para alunos do ensino médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede estadual de São Paulo voltam nesta quarta-feira (7) de forma opcional. Segundo a Secretaria Estadual de Educação de São Paulo (SEE), 700 escolas de todo o estado optaram pela reabertura. A rede estadual de Educação do estado paulista, contempla mais de cinco mil escolas nos 645 municípios de São Paulo, sendo que somente a capital concentra 1.100 dessas escolas. Conforme divulgado pela secretaria nessa terça-feira (6), serão 700 escolas reabertas. Fonte: CNN

Famurs reafirma posição contra volta às aulas presenciais no RS

Em assembleia geral ordinária, nesta terça-feira, a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) reafirmou, por unanimidade, a orientação para a não volta dos estudantes às escolas nas cidades gaúchas. Em deliberação junto a outras entidades, a Famurs se posicionou contrária ao movimento de volta parcial às escolas “enquanto não houver a segurança absoluta para crianças, estudantes e servidores da educação”. A entidade salientou ainda a garantia no cumprimento integral da legislação e protocolos, respeitando a decisão contrária de municípios que consideram sua realidade local. Direcionado ao governador Eduardo Leite, que empenha uma campanha pela reabertura das escolas, a entidade pediu que o chefe do Executivo não condicione o retorno de nenhuma atividade a eventual retorno presencial das aulas nas cidades gaúchas. Fonte: Correio do Povo

Governador assina decreto que institui o programa Energia Forte no Campo

Nesta quarta-feira (7/10), às 16h, o governador Eduardo Leite assina decreto que institui o programa Energia Forte no Campo. A finalidade é melhorar as redes de distribuição na zona rural com a complementação de fases elétricas, substituição de postes de madeira por de concreto, instalação de transformadores, modernização de sistemas, adequação dos níveis de tensão e ainda a qualificação do atendimento ao consumidor rural. O programa estabelece linha de crédito de R$ 20 milhões aos produtores. Desses, R$ 11 milhões serão por meio de financiamento com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), com carência de até dois anos e até oito anos para pagamento; R$ 3 milhões virão de cooperativas; e R$ 2 milhões de prefeituras. O governo do Estado prevê a destinação de R$ 4 milhões para o programa. A assinatura será transmitida pelo canal do governo do Estado no Youtube. Solicitações de imprensa serão atendidas pela Assessoria de Comunicação da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema).

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard
Próxima edição: hoje, ao meio-dia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui