O Departamento de Justiça dos Estados Unidos nomeou nesta quarta-feira (17) um conselheiro especial para liderar a investigação sobre a suposta influência da Rússia nas eleições americanas de 2016.

O nomeado é o ex-diretor do FBI Robert Mueller. Ele será “autorizado a investigar crimes federais”, de acordo com o Departamento de Justiça norte-americano. Mueller foi nomeado como chefe do FBI no governo de George W. Bush, em 2001, cargo em que permaneceu até 2013, quando James Comey, demitido na semana passada, assumiu como diretor do órgão.

A medida ocorre num momento em que há demandas crescentes por uma investigação independente a respeito de supostos esforços russos para influenciar o resultado da eleição presidencial de novembro em favor de Donald Trump e contra a democrata Hillary Clinton. G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui