Justiça libera adolescente que queimou com água fervente outra menor no litoral de SP

Polícia Civil indiciou agressora por lesão corporal grave.


0
Foto: Reprodução

Justiça decidiu não encaminhar à Fundação Casa a adolescente de 17 anos, que queimou outra menor, de 13, com água fervendo, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. A jovem foi indiciada por lesão corporal grave pela Polícia Civil. A vítima, segundo os médicos, ficou com 15% do corpo queimado.

As duas menores se desentenderam, na sexta-feira (5), por um homem de 43 anos, ainda não identificado, apontado como o pivô de um suposto triângulo amoroso. Em depoimento à polícia, ambas disseram que mantinham um relacionamento com ele e, por isso, trocavam ameaças por meio de mensagens no celular.

De acordo com o delegado Alexandre Comin, que investiga o caso, a Vara da Infância e Juventude optou por não encaminhar a adolescente agressora à fundação. Por isso, ela foi devolvida à família para responder o processo. Ela será acompanhada por uma equipe muldisciplinar e, nas próximas semanas, a Justiça deverá acioná-la para novos esclarecimentos.

A Santa Casa de Santos informou que a vítima chegou à unidade de queimados na madrugada de sábado (6). Ela possuí queimaduras de primeiro e segundo graus, em 15% do corpo, na área dos braços, tórax e face.

Para a mãe da vítima, o delegado recomendou que fosse registrada nova ocorrência na Delegacia da Mulher (DDM) por estupro de vulnerável. Ela disse que não sabia de um eventual relacionamento da filha com um homem de 43 anos.


Crime

As duas adolescente faziam parte de um grupo de conversas no WhatsApp e já vinham trocando ameaças por conta do suposto triângulo amoroso. Em uma das mensagens, a jovem de 13 anos disse que iria à casa da agressora com uma arma. “Ela chegou a enviar imagens nesse grupo segurando as armas”, informou o delegado.

Por volta da meia-noite de sexta-feira, a vítima saiu de São Vicente com uma amiga e foi até a casa da menina de 17 anos, no bairro Aviação, em Praia Grande. A mãe da agressora tentou evitar o encontro, mas não conseguiu. A filha dela pegou uma chaleira com água fervendo e a jogou contra a “rival”, que foi encaminhada ao hospital.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui