Justiça nega recurso e mantém aulas presenciais no RS

Governo e entidades participam de reunião de mediação no Judiciário nesta quarta (5)


0
Foto: Ilustrativa / Divulgação

A 1ª Vara da Fazenda do Foro Central de Porto Alegre decidiu, nesta quarta-feira (5), manter a realização de aulas presenciais no Rio Grande do Sul. O recuso foi apresentado por entidades ligadas a professores e trabalhadores da educação e uma associação de pais, contrários à reabertura das escolas neste momento.

A juíza Cristina Luísa Marquesan da Silva considerou que “não houve a flexibilização dos protocolos com bandeira final preta, mas alteração dos critérios definidos pela Administração para a classificação de risco de bandeira vermelha”.

As atividades presenciais foram autorizadas após o governo do estado colocar todas as regiões do RS sob bandeira vermelha, no modelo de distanciamento controlado. Uma decisão judicial impedia a realização de aulas em bandeira preta, o maior nível de alerta de disseminação do coronavírus.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui