Lagarto e Lagartixas


1
Foto: Divulgação

Pois estes dois “bichinhos” são da mesma turma, répteis e ainda excelentes na limpeza da propriedade e substituem a dedetização. E no RS são encontrados 118 espécies de répteis: um jacaré, seis cobra-de-duas-cabeças, 11 tartarugas, 21 lagartos e 79 serpentes. E uma lagartixa que é exótica.


ouça

 


Os lagartos são ativos durante o dia e a noite se recolhem. Enquanto as lagartixas são ativas a noite e se escondem durante o dia. Os dois são de sangue frio e se sentem bem nas horas mais quentes o lagarto gosta de “lagartear”. Como a lagartixa tem hábito noturno não faz isto, mas aparece nas noites quentes.

Seu habitat é em tocas, embaixo da terra, ou de raízes de árvores, madeiras amontoadas, ou mesmo entre pedras. Mas alguns lagartos são semi-aquatico vivendo perto da água.

Lagartos: Se reproduzem colocando vários ovos e se adaptam bem na nossa região inclusive são encontrados nas propriedades rurais e na área urbana quando acham proteção.

Comem frutas e espalham sementes por aí ajudando a difundir árvores nativas. Comem também pequenos ratos, serpentes, ovos de diversos animais, caramujos, lesmas, besouro, borboletas, aranhas, centopeia, rãs, pererecas, e sapos entre outros.

Lagartixas: a doméstica é de origem africana e hoje é encontrada praticamente em toda a América. Anda pelas paredes caçando insetos. Suas fezes são bem características tem uma pontinha branca formada por ácido úrico solidificado. Ela na verdade não faz xixi líquido e sim junto com as fezes.

Para se reproduzir a fêmea põe ovos e tem uma ninhada por ano. Os filhotes nascem em 42 a 84 dias dependendo das condições climáticas. Os ovos são depositados em cascas de árvores, terra, ou em cantos nas casas onde tem um pouco de umidade. Sua vida pode durar até oito anos.

Sua alimentação é variada comem diversos insetos entre eles mosquitos, formigas, baratas, traças, ainda aranhas e escorpiões. Podem comer uma centena destes bichinhos numa noite. Não há por que ter medo são aliadas no controle de pragas de forma natural e não transmitem doenças. Inclusive é possível criar em casa se utilizando de um aquário com tampa de tela. Há dicas de como fazer na internet.

Tanto o lagarto como a lagartixa é capaz de soltar o rabo na hora do aperto quando estão sendo atacado. Fazem isto para distrair o inimigo e facilitar a fuga. O rabo nasce outra vez. Mas durante este período fica sem defesa. Também é no rabo que armazena suas reservas para períodos difíceis e se for preciso come o próprio rabo para se alimentar.
DICA: Mosquitos em acampamentos.

– Corte embalagens de papelão para ovos em tiras. Coloque um arame e pendure ao redor do acampamento e acenda. Vai queimar como se fosse o velho “boa noite” espantando os mosquitos. Só faça isto em local aberto não dentro de casa ou barraca.

1 comentário

  1. Me tira uma dúvida, minha amiga disse que o calango e a largatixa são o mesmo, ela diz que a largatixa é o calango filhote, pois eu questionei dizendo que não, são réptil mas não são o mesmo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui