Lajeadense Douglas Sandri confirma pré-candidatura a deputado estadual pelo Novo

Sua indicação oficial ainda depende das convenções da sigla


1
Douglas Sandri (Foto: Arquivo Grupo Independente)

O lajeadense Douglas Sandri confirmou, em entrevista a Rádio Independente nesta quarta-feira (12), que é pré-candidato à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul nas eleições de outubro pelo Partido Novo. Sua indicação oficial ainda depende das convenções da sigla.

Sandri teve conversas com o Progressistas (PP) e o Podemos, mas optou permanecer no partido pelo qual quase foi eleito em 2018 por entender que a sigla voltou a ter uma diretriz mais próxima das suas origens. “Certamente, concorrerei a uma cadeira na assembleia gaúcha procurando evitar ficar fora por apenas 317 votos como aconteceu. Eu espero ser um dos representantes do Vale na Assembleia de todos os gaúchos”, disse ele.

O cálculo interno do partido é que, assim como em 2018, cerca de 16 mil votos sejam suficientes para eleger um deputado estadual em 2022.

VALE ESSA

Nas eleições de 2018, o engenheiro Douglas Sandri fez 15.907 votos e ficou como primeiro suplente da bancada do partido. Ele ainda não assumiu a cadeira devido ao regimento interno, que é mais restritivo do que das câmaras de vereadores para as substituições.

O ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Agricultura de Lajeado Douglas Sandri, de 30 anos, ocupa o cargo de assessor do deputado federal Alexis Fonteyne (Novo-SP) na Câmara dos Deputados desde 2019, mas já encaminhou o desligamento do gabinete para atuar no Rio Grande do Sul no ano das eleições.

Leia também: Ex-secretário municipal de Lajeado será assessor de deputado federal

Possível desistência de Caumo

Douglas Sandri atuou fortemente nas duas campanhas em que Marcelo Caumo (PP) foi eleito prefeito de Lajeado e o próprio Caumo já anunciou que se Sandri concorresse à assembleia ele não concorreria.

Nos últimos dias, pessoas próximas a Caumo teriam informado que ele teria aberto mão de concorrer. No entanto, em contato com a Rádio Independente, o mandatário lajeadense disse que nada mudou e sua decisão ainda não está tomada.

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente.com.br

1 comentário

  1. Douglas Sandri não representa o Vale do Taquari. Pelo que acompanho das ideias defendidas por ele, neoliberais, em defesa dos mais ricos, em nada acrescenta a minha vida e da maioria dos cidadãos da região. Precisamos de um trabalhador que represente os anseios dos demais no âmbito social. Apenas quem vem de baixo sabe o que é uma bolsa de estudos, um programa social ou uma oportunidade em concurso público. A saúde é outro ponto que precisamos de alguém que já passou por uma fila de espera no SUS. Não adianta a gente votar em quem não tem empatia pela maioria do povo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui