Lajeadense é campeão gaúcho de voo livre

AVTVL leva o título do estadual por equipes.


0
Foto: Arquivo Pessoal

A Associação Vale do Taquari de Voo Livre (AVTVL) foi a grande campeã por equipes do Campeonato Gaúcho de Voo Livre, marca alcançada após cancelamento da última etapa 2020 em Sapiranga em função do mau tempo, no fim de semana passado, sábado e domingo, dias 5 e 6 de dezembro.

Além da conquista inédita por equipes, o lajeadense Jean Blau foi o campeão da categoria de base. Mas o destaque fiou por conta do também lajeadense Marcelo Wickert, que foi o grande campeão estadual na categoria Open, a principal divisão da modalidade. É a primeira vez que o título individual vem para o Vale do Taquari.


ouça a reportagem 

 


 

“Contabilizando os pontos das cinco etapas do estadual que aconteceram ao longo do ano, consegui pela primeira vez ser campeão. Já tinha escapado doas mãos em outras oportunidades, mas deste vez não teve chance, o título veio”, comemora o piloto de 40 anos.

Agora, Wickert prepara-se para bater outra meta: o voo mais longo do Rio Grande do Sul. “Ainda neste ano, quero bater o atual recorde gaúcho que é 325 km, entre Caçapava do Sul até Uruguaiana. Quero sair de algum ponto do Vale do Taquari e entrar em Santa Catarina, ou ir até a Argentina”, projeta.

No ano que vem, Marcelo Wickert também deve representar a AVTVL na primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Voo Livre, em Minas Gerais, no município de Governador Valadares, e também no Campeonato Gaúcho 2021.

AVTVL

Fundada em 2001, a Associação Vale do Taquari de Voo Livre (AVTVL) possui cerca de 60 associados, oriundos de diversas partes da região. A sede da entidade está localizada no município de Roca Sales. Mais informações sobre o esporte e a AVTVL podem ser obtidas pelo Facebook (https://www.facebook.com/paraglidervaledotaquari/), Instagram (@paraglidervaledotaquari), ou pelo fone (51) 9 9783-6660.

O esporte

O voo livre é uma ramificação da aviação, na qual todos os equipamentos utilizados nesta modalidade têm por característica não possuírem motorização. Dentre eles, o parapente ou paraglider. Nas provas, os pilotos se utilizam de equipamentos eletrônicos (GPS) para que seja feito a apuração das informações por meio de um software programado para este fim.

Este campeonato especifico compreende em cumprir metas pré determinadas pela organização do evento, estas metas consistem em sair de um ponto e ir para outros, mas cumprindo algumas regras como por exemplo decolar na hora especifica e passar próximos a estes pontos de forma mais rápida possível. A média das distâncias percorridas em provas é de 60 quilômetros, com duração entre uma hora e meia e duas horas. LF

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui