Lajeadense obtém na Justiça a suspensão do leilão do Estádio Alviazul

A ação decorre de uma dívida trabalhista e é movida pelo goleiro Reinaldo Leles de Oliveira Júnior.


0
Foto: Divulgação

O departamento jurídico do Clube Esportivo Lajeadense conseguiu uma liminar na Justiça para suspender o leilão do Estádio Alviazul, programado para acontecer no dia 8 de julho, às 14h, online pelo site da Sheid Leilões. A informação foi confirmada pelo Grupo Independente com a assessoria jurídica do clube.

A ação decorre de uma dívida trabalhista e é movida pelo goleiro Reinaldo Leles de Oliveira Júnior, que atuou pelo Alviazul na parceria com o clube Pedro Leopoldo (MG), na Taça BH sub-20 em 2012, e posteriormente teria vindo a Lajeado.

A ação, da 2ª Vara do Trabalho de Pedro Leopoldo, teve origem no ano de 2014 e não cabe mais recurso. Como o Lajeadense não quitou o valor, Leles pediu a penhora do patrimônio do clube. Na última atualização processual, em 2018, o valor estava em R$ 143 mil.

Conforme o jurídico do Lajeadense, o leilão é o correspondente a metade da área do estádio. O lance inicial para arremate do estádio inaugurado em 2012 é de R$ 3,074 milhões, porém a avaliação do imóvel é de R$ 5,8 milhões, segundo o site da Sheid Leilões.

O Lajeadense possui cerca de R$ 800 mil de dívidas trabalhistas, as quais não cabe mais recurso, que envolvem outros jogadores: o ex-preparador físico Guilherme Randon e o ex-gerente de futebol Luis Fernando Hannecker.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui