Lajeado ampliou retomada das aulas na rede municipal

Ampliação do retorno em escolas infantis e de ensino fundamental, além da retomada do projetos Vida ocorreram nesta segunda-feira (28)


0
Foto: Júlio César Lenhard

Nesta segunda-feira (28), os alunos de 1 e 2 anos retornaram às Escolas Municipais de Educação Infantil (Emeis) de Lajeado. A partir de segunda-feira foi ampliado o horário de atendimento das turmas de 3 e 4 anos e o atendimento das turmas da pré-escola ao 9° ano do Ensino Fundamental, que passou a ser diário para todos os alunos.


ouça a entrevista

 


Os alunos das turmas A e B (1 e 2 anos) começaram, neste início de retomada das aulas, a ser atendidos presencialmente em turno único pela manhã, das 6h30 às 12h. Já nas turmas de C e D (3 e 4 anos), o horário de atendimento foi ampliado, e os alunos são atendidos em turno integral, das 6h30 às 17h. As turmas E (5 anos) continuam sendo atendidas da mesma maneira, em meio turno manhã ou tarde.

Neste momento, o horário de atendimento do turno integral será reduzido, com o encerramento às 17h, devido à necessidade de higienização das escolas, que ocorrerá todos os dias depois das 17h. Conforme os protocolos de segurança, é necessário que todos os ambientes sejam limpos e organizados diariamente, evitando a disseminação do coronavírus.

“A ampliação do turno integral para as turmas C e D ocorreu em razão de as crianças de 3 e 4 anos já estarem habituadas com as novas regras do ambiente escolar, como distanciamento e uso de máscaras”, explica a secretária de Educação, Vera Plein. Como o turno integral exige maior organização das escolas, a expectativa é de que, com a redução das restrições, aos poucos seja disponibilizado o turno integral para outras faixas etárias.

Já nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental, os alunos das turmas da pré-escola ao 9° ano são atendidos diariamente em turno de quatro horas, ou seja, o atendimento não é mais no formato híbrido, mas sim presencialmente todos os dias da semana para todos os alunos.

“A participação presencial da aula segue não sendo obrigatória, e as famílias podem optar entre enviar a criança para a escola ou mantê-la em atividade à distância”, ressalta a secretária. Porém, a titular da pasta manifesta preocupação quanto ao ensino a distância, e sugere que os pais optem pelo presencial em função da qualidade do ensino.

No turno inverso do ensino regular, os alunos puderam voltar a frequentar os Projetos Vida também nesta segunda-feira (28). Reforço escolar, aulas de artesanato, culinária e recreação são algumas das atividades oferecidas aos alunos dos Projetos.

Até março de 2020, cerca de 620 jovens entre 5 e 12 anos eram atendidos nos Projetos Vida dos bairros Campestre, Conventos, Moinhos, Santo André, Santo Antônio e São José. Neste caso, as direções dos Projetos Vida entrarão em contato com as famílias para comunicar os detalhes e confirmar a presença do aluno, que não será obrigatória. Os pais e responsáveis que optarem pelo retorno irão preencher um termo de anuência.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui