Lajeado apresenta reivindicações do setor produtivo à Casa Civil do Governo do Estado

Reunião ocorreu nesta segunda-feira (29)


0
Foto: Divulgação

O prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, reuniu-se na tarde desta segunda-feira (29), em Porto Alegre, com o secretário chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Artur Lemos. Na pauta, a entrega das reivindicações do município para flexibilizar permissões para o funcionamento de setores produtivos do município. O pedido baseia-se no fundamento de que a cidade já percebe uma queda do número de casos ativos e redução do ritmo de internações, o que indica melhora nos dados da pandemia no município.

No ofício, que foi entregue em mãos ao secretário e também encaminhado ao Comitê de Dados do Sistema de Distanciamento Controlado, foram feitas as seguintes solicitações:

1) Liberação do funcionamento do comércio e dos serviços considerados “não essenciais” na próxima sexta-feira (2) e sábado (3) em razão da importância da data como momento de vendas para grande parte dos setores, o que permitiria que recuperassem parte dos prejuízos acumulados ao longo do último ano e, especialmente, das últimas semanas. Além disso, sendo o trabalho permitido nestes dias evitaria aglomerações nos demais dias da semana, além de desincentivar viagens e feriadões que podem gerar aglomeração;

2) Solicitação para a possibilidade de restaurantes e bares atenderem com horário ampliado, uma vez que as restrições atuais inviabilizam parte dos negócios por impedirem o funcionamento no período noturno, solicitando-se a avaliação da possibilidade de atendimento presencial em feriados, sábados e domingos, bem como uma ampliação do horário de funcionamento até as 22 horas.

O secretário Artur Lemos enfatizou a importância de manter as restrições para garantir o atendimento de saúde no Estado. Os pedidos do município deverão ser avaliados em reuniões do Comitê de Dados, quando então será dada uma resposta à região sobre as demandas, ainda esta semana. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui