Lajeado é a cidade que tem mais casos curados do RS, afirma prefeito Marcelo Caumo

Prefeito é cauteloso ao falar em data para volta às aulas.


0
Foto: Divulgação

O prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, avaliou a atualização dos números que, nesta quinta-feira (21), colocaram o município como o segundo no estado em casos de Covid-19, atrás somente de Porto Alegre. Com mais 198 novos, a maior cidade do Vale do Taquari agora tem 577 pacientes positivados, enquanto que a capital gaúcha tem 601.


ouça a entrevista

 


 

A alta é um reflexo da entrada no sistema das informações de testes realizados por empresas como Minuano e BRF, com 501 casos de coronavírus (a entrada no sistema da Secretaria Estadual da Saúde é gradativa, nem tudo ocorre no mesmo dia).

Apesar do grande número de situações, Marcelo Caumo vê pelo lado positivo. Ele exalta a grande capacidade de testagem, seja em hospital, universidade, laboratórios particulares e indústrias. “A gente pode dizer que Lajeado é a cidade que tem mais casos curados, mais que Porto Alegre, inclusive”, destaca.

Dos funcionários das duas empresas frigoríficas, por exemplo, pelo menos 90% dos testados já possuem anticorpos para Covid-19.

Redução das internações

Lajeado está na quarta semana com redução de número de casos de coronavírus. Na semana passada, foram 13 pessoas confirmadas em atendimento hospitalar e quatro agora, detalha o prefeito. O primeiro diagnóstico de Covid-19 foi em 20 de março.

Para este final de semana, a expectativa é que Lajeado e a região do Vale do Taquari permaneçam na bandeira laranja de classificação de risco para coronavírus.

Volta às aulas

O chefe do Executivo de Lajeado é cauteloso ao falar sobre a volta às aulas, pois não sabe como será comportamento do vírus com as aglomerações e movimentações de estudantes.

Marcelo Caumo não tem expectativa de datas, mas acredita que o retorno será escalonado. Ele diz que somente a partir desde desafio será possível projetar e pensar em estabilização das atividades na cidade.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui