Lajeado lança projeto Zona Segura

Município é o primeiro no RS a contar com a tecnologia.


0
Foto: Luís Fernando Wagner

A prefeitura de Lajeado, através da Secretaria Municipal de Segurança Pública, apresentou, na manhã desta quinta-feira (13), o projeto Zona Segura. O ato ocorreu no Salão de Eventos do centro administrativo. A iniciativa consiste em um dispositivo com luz azul (semelhante ao “giroflex” usado em viaturas policiais) giratória instalado junto à cinco câmeras de videomonitoramento em pontos estratégicos da cidade. A empresa DGT é a responsável pelo fornecimento e instalação das câmeras.

O equipamento pode ser acionado em situações de perigo por um operador na central de monitoramento, e com a iluminação provocada aliada ao som do auto-falante, serve para alertar a comunidade em situação de emergência. As imagens são espelhadas para a Central de Videomonitoramento da Brigada Militar de Lajeado. O projeto é idealizado pelo deputado estadual tenente-coronel Zucco (PSL), que esteve presente no lançamento.

Idealizador do projeto, deputado Zucco (PSL) (Foto: Luís Fernando Wagner)

“Sistema semelhante foi utilizado com bons resultados em Londres, na Inglaterra.O objetivo do projeto é devolver o espaço público ao cidadão, afastando os criminosos e assim, dar uma maior sensação de seguranças às pessoas. O sistema Zona Segura também pretende mudar o conceito do videomonitoramento, usando essa ferramenta não só após as ocorrências, mas sim, para evitar crimes. O sistema pode ainda ser usado em outras ocasiões, como alertar para uma enchente, por exemplo”, comenta Zucco.

O Zona Segura em Lajeado é pioneiro no Rio Grande do Sul, e foi conseguido mediante a mobilização da Secretaria de Segurança Pública do Município. “É importante ressaltar a agilidade do secretário Locatteli, que assim que soube da possibilidade de trazer o programa para Lajeado, entrou em contato conosco e adiantou os trâmites necessários”, disse o deputado.

Os equipamentos foram implementados sem custos para Lajeado. “Os cinco pontos, que já estão em funcionamento, foram instalados em caráter experimental. Caso o município aprove a iniciativa, outros dispositivos poderão ser comprados e instalados”, completa Locatteli.

Prefeito Marcelo Caumo e o deputado Luciano Zucco (Foto: Luís Fernando Wagner)
As 5 Zonas Seguras de Lajeado

 

1) Parque Professor Theobaldo Dick, junto ao lago e ao letreiro de Lajeado

 

2) Rua Doutor Parobé, nas proximidades de um supermercado

 

3) Entroncamento das vias Júlio de Castilhos e Benjamin Constant, nas proximidades de uma padaria

 

4) Esquina da Avenida Piraí com a Rua Coelho Neto, junto ao Parque Piraí

 

5) Avenida Senador Alberto Pasqualini, nas imediações do Posto dos Correios
Integração com reconhecimento facial
Agora, a prefeitura vai trabalhar na integração do programa ao sistema de reconhecimento facial, que será compatibilizado com um banco de dados do Estado. A ideia é que o primeiro a ser adicionado seja o banco de dados de imagens de crianças desaparecidas. O diretor da DGT, Lucas Arruda, explicou que, na prática, o sistema consegue fazer uma análise, traçar e identificar se determinado rosto passou por alguma Zona Segura, o que permitiria localizar estas crianças.
Além disso, também está prevista a integração com as análises climáticas e sensoriais da Defesa Civil do Estado. Desta forma, em caso de mudança climática e riscos de inundações na cidade, por exemplo, os flashes das câmeras irão alternar para a cor de alerta.AI/LF.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui