Lajeado planeja volta às aulas da rede municipal da Educação Infantil para 1º de outubro

Rede privada poderá retornar dia 15 de setembro, caso região permaneça na bandeira laranja.


0
Foto: Pixabay / Divulgação

O município de Lajeado definiu o dia 1º de outubro para a retomada parcial das atividades na Educação Infantil da rede municipal. Nesta primeira etapa, apenas crianças em idade de atendimento obrigatório pelo município na Educação Infantil — as crianças de 4 e 5 anos, em fase de pré-escola — voltarão a ser atendidas, e o atendimento será em turno reduzido. Além disso, a presença não será obrigatória, ou seja, a família que não desejar mandar seu filho para a escola ficará livre para mantê-lo em casa. Não há, neste momento, definição de data para retorno de crianças menores, de zero a 3 anos.

A data do dia 1º de outubro foi definida após o Governo do Estado ter anunciado, nesta terça-feira (1º), o calendário em que cada etapa de ensino poderá voltar a ter atividades presenciais nas próximas semanas. Com o calendário (veja abaixo) disponibilizado, o município iniciou o planejamento de suas atividades e reuniu-se com as diretoras das Escolas Municipais de Educação Infantil (Emeis) e também das Escolas de Ensino Fundamental (Emefs, que contam com turmas de pré-escola de 5 anos) para apresentar a proposta.

Este retorno depende ainda de publicação de decreto pelo Governo do Estado confirmando as datas e depende, também, de que a região de Lajeado e Vale do Taquari tenham cumprido por pelo menos duas semanas em bandeira laranja ou amarelo, requisito exigido para a volta às aulas.

A secretária de Educação de Lajeado, Vera Plein, acredita que a volta será possível até por contar com menos alunos. “Mesmo que a gente dependa ainda destas definições, decidimos colocar uma data para as escolas poderem organizar as turmas e finalizarem seus preparativos. A retomada não será nos mesmos moldes que antes. Teremos menos alunos por turma, diversos protocolos sanitários para seguir e atendimento em turnos reduzidos. Mas será uma forma de avaliarmos como se dá a atividade na escola, e sabemos que, se for necessário, teremos que voltar atrás. Mas acreditamos que o retorno ao ambiente escolar trará benefícios às crianças, que já estão há muito tempo em casa, e também ajudará as famílias que precisam trabalhar”, cita ela, ao lembrar que não será um retorno obrigatório, e sim uma opção para a família que desejar.

As próximas etapas de retomada de atividades presenciais serão definidas mais adiante, com a aproximação da data planejada no calendário.

Escolas privadas podem retornar dia 15 de setembro

Na manhã desta quarta-feira (2), o município reuniu o seu COE Municipal (Centro de Operação de Emergência Municipal, que trata do tema da educação) para avaliar o calendário do Governo do Estado. No encontro, ficou definido que as escolas privadas, de qualquer nível de ensino, poderão iniciar suas atividades já no dia 15 de setembro atendendo apenas a Educação Infantil — única etapa permitida pelo Governo do Estado nesta fase do calendário.

Cada escola organizará suas atividades internas segundo suas especificidades e, desde que cumpram os requisitos dos seus planos de contingência e atendam as necessidades impostas pela legislação, como o distanciamento mínimo entre os alunos e restrições de espaço da sala de aula, estão liberadas para atender a todos os níveis da Educação Infantil.

O calendário apresentado pelo Governo do Estado:

  • 8 ou 15/09 – Podem iniciar atividades presenciais a Educação Infantil
  • 21/09 – Podem iniciar atividades presenciais os ensinos Superior e Médio
  • 28/10 – Podem iniciar atividades presenciais os Anos Finais do Ensino Fundamental
  • 12/11 – Podem iniciar atividades presenciais os Anos Iniciais do Ensino Fundamental

O calendário preliminar do município de Lajeado:

  • 15/09 – Podem iniciar atividades presenciais as escolas de educação infantil da rede privada (qualquer idade)
  • 1º/10 – Podem iniciar atividades presenciais as escolas de educação infantil da rede pública, mas apenas para crianças de 4 e 5 anos (atendimento obrigatório)

Como será o atendimento nas escolas municipais nesta primeira etapa:

– Apenas crianças de 4 e 5 anos serão atendidas nesta etapa de retomada das atividades.

– Não há, neste momento, previsão para a retomada das aulas presenciais para crianças de zero a 3 anos.

– A presença não será obrigatória. Se a família preferir, poderá manter a criança em casa, sem perda da vaga da matrícula.

– O atendimento será em turno reduzido para que seja possível avaliar o impacto das atividades presenciais neste período inicial.

– Cada escola deverá seguir protocolos rígidos exigidos pelo governo do Estado. Para saber mais sobre as exigências, clique aqui.

– Outros detalhes serão divulgados posteriormente.

– As famílias serão avisadas com antecedência sobre como se dará a retomada, os protocolos a serem seguidos e outras informações relevantes. AI/RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui