Lajeado pleiteia com o Ministério da Saúde e Secretaria Estadual da Saúde se tornar referência para os vales em UTI Pediátrica

Na próxima segunda-feira (19), a administração tem reunião para tratar do tema. Projeto prevê construção de 10 leitos pediátricos no HBB


0
Foto: Freepik / Divulgação

Na próxima segunda-feira (19) haverá uma reunião entre a Prefeitura de Lajeado e técnicos do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual da Saúde. O encontro será virtual, a partir das 14h30, e tem como pauta o serviço de UTI Pediátrica para a macrorregião dos vales. “Hoje a macrorregião dos vales está sem referência”, lembra o prefeito Marcelo Caumo após o fechamento das unidades de Lajeado, no Hospital Bruno Born (HBB), e de Santa Cruz do Sul, no Hospital Santa Cruz.


ouça a entrevista

 


Prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo (Foto: Tiago Silva)

Dessa forma, Caumo explica que o primeiro objetivo da conversa será postular uma referência de atendimento pediátrico para a região. Com isso, Lajeado buscará ser essa referência. A prefeitura apresentará e pedirá apoio para realização de um projeto para 10 leitos no HBB.

Além de Lajeado, Venâncio Aires também busca tirar do papel um projeto no Hospital São Sebastião Mártir. “Os números da UTI Pediátrica demostram que para toda essa macrorregião, para todos esses municípios, a demanda não suporta mais de uma estrutura”, argumenta o prefeito de Lajeado, ao defender os planos do município. Conforme ele, o serviço médico pediátrico “é extremamente especializado, complexo e com uma demanda pequena”.

“É importante fazer uma distinção. A UTI Neonatal, para recém-nascidos, quase todas as maiores cidades do Vale possuem. O recém-nascido é a maior procura e tem onde ser atendido. O problema é depois. A demanda diminui bastante, mas sempre que acontece a necessidade, é um serviço extremamente profissional e particular. E nós estamos, então, encaminhando um pedido para que a UTI Pediátrica seja em Lajeado”, explica.

Leia também

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui