Lajeado precisa de vanguarda? Liberar ou não o comércio?

A lei do comércio aos domingos não é para beneficiar a Havan. Esta, por estar na BR-386, tem regras diferentes


0

Lajeado se diz a capital do Vale do Taquari, centro comercial, industrial, polo de serviços, de educação e de saúde. Mas que, ao contrário da maioria das cidades gaúchas, não tem ainda uma lei que libera o comércio em domingos e feriados. O prefeito mandou o projeto para a Câmara de Vereadores votar. E a sociedade, é claro, debater o tema. O fato já gerou divergências entre os sindicatos e os mais diversos segmentos do comércio. A matéria merece a devida atenção. Poderá mudar os rumos de muita gente. Aprovando ou não.

De um lado, temos o interesse direto do comércio, os empregadores, que não só querem como necessitam abrir aos domingos e feriados para atender à crescente demanda e aumentar os lucros, garantindo, dessa forma, os postos de trabalhos já existentes e eventualmente gerando novos empregos.

Muitos consumidores endossam essa posição, gostam e querem comprar aos domingos. E parte dos trabalhadores, que acabam ganhando com a criação de novos empregos e, às vezes, aumento de salário ou comissões.

De outro lado, temos os sindicatos e parte dos empregados, que querem diminuir ou eliminar o trabalho aos domingos e feriados. Com todo direito de defender seus pontos de vistas e merecedores de créditos em seus posicionamentos.

É uma decisão difícil que vem pela frente. Mas uma escolha que trará consequências para o futuro da cidade. Continuaremos sendo de vanguarda ou ficaremos sem a liberdade da livre iniciativa?

Por causa da Havan

A lei do comércio aos domingos não é para beneficiar a Havan. Esta, por estar na BR-386, tem regras diferentes de negociação e pode abrir todos os domingos e feriados. Ou seja, talvez por causa da Havan é que a lei se faça mais necessária ainda. Seria desleal a grande loja de departamentos poder abrir todos os dias e as demais, que vendem os mesmos produtos, não ter esta liberdade. Você não acha isto injusto?

Não saio aos domingos

Antes de ser acusado de estar defendendo interesses do capital em detrimento dos trabalhadores, deixo aqui meu posicionamento de que não saio às compras em domingos. Sou daqueles que tira o dia para “fazer nada” e não me animo sair de casa para comprar. Mas preciso pensar no futuro. E dar a liberdade para escolhas. Sempre, e com muita cautela, pensando e garantindo aos trabalhadores seus direitos.

Somos mais de 86 mil

O IBGE informa que Lajeado tem 86.005 habitantes, crescimento de 1,14%. A capital Porto Alegre, tem 1.492.530 e o Rio Grande do Sul, 11.466.630. O Brasil chegou a 213.317.639 habitantes.

Produtos para o “homem”

Com compromissos em Brasília nesta semana, o prefeito de Estrela, Elmar Schneider, aproveitou sua audiência com o ministro Onyx Lorenzoni, para entregar uma caixa de produtos fabricados em Estrela. A foto registra o ministro entregando os produtos para o presidente Jair Bolsonaro. Pela expressão, deve ter gostado.

PP com novo presidente

O publicitário Márcio Aléssio será o presidente do Progressistas de Lajeado. O partido realiza Convenção Municipal das 8h às 12h deste sábado (28), na Câmara de Vereadores, para a escolha dos membros do diretório e do novo presidente. Márcio irá substituir o advogado e assessor jurídico da prefeitura Natanael do Santos. Aléssio é esposo da vice-prefeita Gláucia Schumacher e com atuação marcante no partido.

Pelo hospital

Deputados federal Carlos Gomes e estadual Sergio Peres foram recebidos pelo prefeito Fábio Mertz; o vice, Lairton Heineck, e os vereadores republicanos Amenofis Stacke, Osmar Finatto e Rubens Heineck em Marques de Souza. Também visitaram o hospital de Marques de Souza, que recebeu emenda parlamentar ao Orçamento da União em 2021, indicado por Gomes. O recurso deverá ser utilizado na aquisição de equipamentos e insumos necessários ao custeio das atividades na instituição de saúde. Na sexta, o Hospital inaugurou suas novas instalações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui