Lajeado registra redução de homicídios, roubos a pedestres e crimes contra veículos

Município aposta no uso da tecnologia para combater a criminalidade


0
Foto: Artur Dullius

Os indicadores da criminalidade em Lajeado voltaram a ser discutidos. Nesta quarta-feira (22), o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) apresentou dados que mostram uma diminuição em alguns dos principais índices durante os oito primeiros meses de 2021. A análise integra uma das frentes de trabalho do Pacto Lajeado Pela Paz.

Um dos crimes com maior redução foi o roubo a pedestres que apresentou uma queda de 50%. Foram 46 ocorrências de janeiro a agosto de 2020, contra 23 casos contabilizados em 2021. A diminuição também é registrada nos casos de furtos e roubos de veículos. No mesmo período, foi percebida ainda uma redução de 40% nos casos de homicídios, caindo de 10 para seis nos primeiros oito meses deste ano. No entanto, em relação as tentativas de homicídio o movimento foi inverso, subindo de seis para 10 casos, com um acréscimo de 67%.

Secretário de Segurança de Lajeado, Paulo Locatelli (Foto: Artur Dullius)

Segundo o secretário da Segurança Pública de Lajeado, Paulo Locatelli, os dados são coletados mês a mês, por meio de um contato pessoal com as delegacias responsáveis. Em seguida, as informações são tabuladas, por meio de gráficos comparativos, da série histórica, com um comparativo anual e a frequência dos dias, horários e locais mais recorrentes.

“Pegamos esses dados e procuramos evidenciar de uma forma bem clara o que está acontecendo. Sabendo os dias, os locais e horários, conseguimos trabalhar mais na prevenção. Então, esses dados que estão diminuindo são bons. Nós estamos diminuindo mais que a média do Estado e esse resultado é um esforço de todos os policiais civis e militares que trabalham na segurança de Lajeado”, credita.

Conforme Locatelli, grande parte destes números também se devem ao sistema de videomonitoramento instalado no município. Atualmente, a cidade conta com 46 câmeras, sendo que parte delas são destinadas para o monitoramento e outras realizam a leitura de placas. “Como o efetivo das polícias esta diminuindo cada vez mais, nós temos que aumentar a qualidade técnica. Esta inovação se da aperfeiçoando a parte tecnológica. Hoje nós somos a única cidade do Vale do Taquari que tem a disposição o sistema de leitura de placas”, lembra.

Com isso é possível, de acordo com o secretário, saber o horário que carros de outras cidades adentram e saem de Lajeado. Os dados coletados são utilizados em investigações, pela equipe de inteligência, e em ações de policiamento ostensivo. “A peça mais importante quando eu falo em tecnologia é quem opera. Quem precisa ser treinado e sabatinado para aproveitar tudo o que a máquina pode oferecer são os policiais. Então, no caráter de conseguir dar o melhor resultado com o que temos, nós estamos reunidos para receber diretamente do fabricante todas as inovações e ferramentas disponíveis”, conclui.

Novas câmeras também já estão em processo de aquisição e serão instaladas na cidade. Uma delas deve ser disponibilizada nas proximidades do ponto em que será feita a leitura das águas do Rio Taquari.

Texto: Artur Dullius
reporter@independente.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui