Dois dias depois das fortes chuvas que castigaram o interior de Pernambuco, começaram a aparecer, nesta terça-feira (30), os estragos causados pelas enchentes.

A água dos rios das regiões baixou e ruas foram tomadas por lama e entulhos. A situação mais complicada foi registrada em Barreiros e Rio Formoso, na Zona da Mata Sul.

No estado, duas pessoas morreram, em Lagoa dos Gatos, no Agreste, em um deslizamento de Barreiras. Em Caruaru, na mesma região, uma criança faleceu ao cair em um açude. Em Barreiros, 17 mil pessoas ainda estão fora das casas, por causa da enchente.

Em Pernambuco são 44.801 moradores sem habitação: 42.145 desalojados, que deixaram as residências, e 2.656 desabrigados, que perderam as casas. Até a segunda de manhã, o número de pessoas afetadas pelas enchentes era de cerca de 30 mil. Ao todo, Pernambuco tem 15 cidade em estado de calamidade pública. G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui