O socialista Lenín Moreno venceu o segundo turno das eleições de domingo (2) no Equador, mas o candidato opositor de direita, Guillermo Lasso, denunciou “pretensões de fraude” no resultado, antes de anunciar a intenção de “impugnar” a apuração.

A vitória do ex-vice-presidente e candidato do atual presidente Rafael Correa representa um respaldo à abalada esquerda latino-americana, assim como um alívio para o fundador do Wikileaks, Julian Assange.

Moreno agradeceu as mensagens de felicitação de governantes da região, onde países como Brasil, Argentina e Peru deram uma guinada à direita.

“Obrigado aos presidentes latino-americanos por suas ligações e mensagens de felicitação e afeto. Fortaleceremos nossa integração!”, escreve em sua conta do Twitter Lenín Moreno, vítima de paraplegia desde que foi atingido por um tiro durante um assalto em 1998.

Com 99,01% das urnas apuradas pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE), o candidato governista, aspirante pelo movimento socialista Aliança País (AP), tem 51,16% dos votos válidos, contra 48,84% de Guillermo Lasso, ex-executivo do setor bancário e candidato pelo partido Criando Oportunidades (CREO).

Com 99,01% das urnas apuradas, Moreno tem 5.042.844 votos, contra 4.813.821 de Lasso. Faltando menos de 1% para ser apurado, o candidato governista tem mais de 229 mil votos de vantagem.

O CNE tem prazo de 10 dias para apresentar o resultado oficial definitivo.

Boca de urna

Pouco depois do fim do horário de votação, dois institutos de pesquisa divulgaram bocas de urna com resultados opostos e os dois candidatos reivindicaram a vitória, o que espalhou incerteza no país.

Mas, com o avanço dos resultados oficiais parciais que apontavam sua derrota por uma pequena margem, o opositor Lasso, ex-presidente do Banco de Guayaquil, denunciou “pretensões de fraude” e anunciou que os assessores legais de sua candidatura “apresentarão no menor tempo possível todas as objeções” ante eventuais irregularidades nas eleições.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui