Lewandowski autoriza inquérito da PGR sobre conduta de Pazuello em crise sanitária no Amazonas

A investigação vai começar pelo depoimento do ministro à Polícia Federal.


0
Foto: Nelson Jr. / STF / Divulgação 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski autorizou nesta segunda-feira (25) a abertura de inquérito para investigar a conduta do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na crise de saúde do Amazonas – causada pela superlotação dos leitos hospitalares e pelo colapso no fornecimento de oxigênio. Agora, Pazuello passa a ser formalmente investigado no Supremo por suposta omissão. A investigação vai começar pelo depoimento do ministro à Polícia Federal. Ainda não há data para a prestação destes esclarecimentos. Como investigado, Pazuello terá que apresentar informações sobre as ações efetivamente adotadas em relação ao estado da saúde pública de Manaus. Lewandowski definiu prazo inicial de 60 dias para as investigações da Procuradoria-Geral da República (PGR). Na decisão, o ministro do STF definiu que o depoimento de Pazuello deve ocorrer em até cinco dias após a intimação. O relator também determinou que, considerando a fase embrionária das investigações, Pazuello terá a prerrogativa de marcar o dia, o horário e o local para ser ouvido pela Polícia Federal. Fonte: G1


ouça o programa

 


Janeiro ultrapassa dezembro em número de mortes por Covid-19, indicam secretarias de Saúde

A média móvel de mortes por coronavírus no Brasil chegou a 1.055, a maior desde 4 de agosto (quando foi de 1.066 mortes). O país contabilizou 8.872.964 casos e 217.712 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia. Cinco estados estão com alta nas mortes. As mortes pela doença no país em janeiro ultrapassaram as registradas em todo o mês de dezembro, segundo dados do consórcio de veículos de imprensa. Fonte: G1

China anuncia liberação da exportação de insumos para fabricação da CoronaVac no Brasil

Em carta ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, informou que estão liberados para exportação 5,4 mil litros de insumos necessários para a fabricação da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Já a Fiocruz divulgou em nota que há uma “sinalização” de que o primeiro lote de insumo para a fabricação de 7,5 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca seja feito em 8 de fevereiro. Esse insumo, necessário para a fabricação do imunizante, é chamado de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA). De acordo com a nota, ainda não há confirmação da data para a remessa da IFA, que depende de aval das autoridades chinesas para que seja exportado. Fonte: G1

Brasil proíbe entrada de viajantes vindos da África do Sul para impedir variante da Covid

Uma portaria do governo federal proíbe a entrada no Brasil de passageiros vindos da África do Sul. Segundo a portaria, a medida foi tomada, entre outras razões, para evitar o impacto da nova variante do coronavírus. Os viajantes vindos do Reino Unido continuam impedidos de entrar no país. Segundo o texto publicado, ficam proibidos, em caráter temporário, voos internacionais com destino ao Brasil que tenham origem ou passagem pelo Reino Unido e pela África do Sul. Também fica suspensa a autorização de embarque para o Brasil de viajantes estrangeiro, procedente ou com passagem pelo Reino Unido e pela África do Sul nos últimos quatorze dias. Fonte: G1

EUA mantêm proibição de entrada de viajantes vindos do Brasil, União Europeia e Reino Unido

Os Estados Unidos irão manter a proibição da entrada de viajantes vindos do Brasil, de países da União Europeia e do Reino Unido e passarão a incluir na lista pessoas que chegarem da África do Sul – onde surgiu uma das novas variantes do coronavírus -, informou a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki. A medida já era esperada, depois que o ex-presidente Donald Trump anunciou, no dia 18 de janeiro, que iria suspender as restrições, com início em 26 de janeiro. No mesmo dia, a equipe de Joe Biden avisou que o novo presidente iria reverter a decisão. Nesta segunda, os EUA confirmaram o primeiro caso de infecção pela variante do coronavírus identificada no Brasil. Ela foi identificada em um morador do estado de Minnesota que viajou recentemente para o país. Fonte: G1

Para evitar nova variante, pacientes vindos de Rondônia ficarão isolados no RS

Depois do apelo, no sábado, do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, sobre o colapso do sistema de saúde da capital do estado de Rondônia, o Rio Grande do Sul aceitou receber até 50 pacientes hospitalizados por Covid-19. O grupo deverá chegar nesta terça-feira, mas alegando preservar a identidade das pessoas a serem transferidas, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) não forneceu detalhes, como os horários, voos e aeroporto onde desembarcarão. Por aqui, em pelo menos dois hospitais que os receberão, os pacientes de Rondônia irão ficar isolados dos demais internados por Covid-19, e em um deles, o grupo será testado para verificar se não estão infectados pela variante do novo coronavírus, descoberta em Manaus (AM), que pode ser mais contagiosa. Fonte: Correio do Povo

Santa Clara do Sul compra tanque para transporte de água

Com o objetivo de facilitar o transporte de água potável e realizar a irrigação de logradouros, a prefeitura de Santa Clara do Sul adquiriu um tanque de polietileno com capacidade de seis mil litros de água. O investimento é de R$ 12,7 mil, provenientes de recursos próprios do município. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Fabrício Renner, o tanque próprio vai agilizar o atendimento às famílias que enfrentam dificuldades de abastecimento de água no período de estiagem. AI/LF

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard
Próxima edição: hoje, ao meio-dia

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui