Liminar da Justiça Eleitoral de Porto Alegre proíbe live de Caetano Veloso para arrecadar fundos para Manuela D’Ávila

Juiz eleitoral aceitou argumento de que evento viola regra que proíbe showmícios.


0
Foto: Divulgação/Fernando Young

O juiz Leandro Figueira Martins, da Justiça Eleitoral de Porto Alegre, proibiu a divulgação e realização de uma live de Caetano Veloso para arrecadar fundos à campanha de Manuela D’Avila, pela coligação PCdoB e PT, para a Prefeitura de Porto Alegre. A liminar, concedida no último sábado (10), atende a representação do candidato Gustavo Paim, da coligação PP e Avante, também à Prefeitura de Porto Alegre.

O advogado da campanha de Manuela, Lucas Lazari, informou ao G1 que pediu reconsideração ao juiz, o que foi negado nesta segunda-feira (12). A defesa ingressará com recurso no Tribunal Regional Eleitoral. A campanha de Gustavo Paim alega que a live em questão configuraria showmício, o que é proibido pela lei eleitoral. “A norma é clara ao vedar, em qualquer circunstância, a apresentação de artistas, de forma remunerada ou não, para fins de animar eventos eleitorais”, cita a representação movida pelo candidato.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui