Lira e governadores destinam R$ 14,5 bilhões para Covid no Orçamento

Serão R$ 12 bilhões em emendas parlamentares e mais R$ 2,5 bilhões do fundo emergencial de combate à pandemia.


0
Foto: Divulgação

Após reunião, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e os governadores anunciaram, na tarde desta terça-feira (2), a destinação de R$ 14,5 bilhões do Orçamento 2021 para a área da saúde, principalmente no combate à pandemia do novo coronavírus. “Nós também vamos dialogar com as bancadas nessa direção. A deputada Flávia Arruda (presidente da comissão do Orçamento) já colocou R$ 12 bilhões de emendas dos parlamentares à saúde e, agora, são 14,5 bilhões para a gente trabalhar outras alternativas de recursos voltados para esse desafio da saúde”, afirmou Dias. Serão R$ 12 bilhões em emendas parlamentares e mais R$ 2,5 bilhões do fundo emergencial de combate à pandemia, criado pelo Congresso Nacional. Fonte: R7

RS tem recorde de óbitos com 185 divulgados nesta terça-feira

O Rio Grande do Sul registra nesta terça-feira (02), 6.215 novos casos de Covid-19 e chega a um total de 649.678. O número estimado de recuperados é de 606.431 (93% dos casos); acompanhamento 30.531 (5%); e 12.654 óbitos no total, sendo185 registrados (recorde no RS) nesta terça pela Secretaria Estadual da Saúde. Entre os óbitos publicados nesta terça, 183 ocorreram entre os dias 8 de fevereiro e 2 de março. Dos 2.818 leitos de UTI disponíveis no Rio Grande do Sul, 2.824 (100,2) estavam com pacientes internados às 15h50 desta terça-feira (02). Além disso, o Rio Grande do Sul já tem 594.675 pessoas vacinadas contra a doença.

Mais 174 mil doses de vacina contra a Covid previstas para serem entregues nesta quarta ao RS

Está prevista para esta quarta-feira (3) a chegada ao Rio Grande do Sul de mais 174,8 mil doses vacinas CoronaVac, contra a Covid-19. O anúncio foi feito pelo Ministério da Saúde e fará com que as doses já recebidas no Estado cheguem a quase 1,1 milhão. A previsão é que o lote chegue ao Aeroporto Salgado Filho às 8h45. A distribuição aos municípios ocorrerá nos dias seguintes à chegada, assim que seja feita a separação paras as coordenadorias regionais da Secretaria da Saúde (SES). A destinação do lote será para a segunda dose das pessoas que já receberam a primeira dose da CoronaVac, que deve ser aplicada em até 28 dias após a primeira. Até essa terça-feira (02), o Rio Grande do Sul já tinha alcançado mais de 594 mil doses aplicadas. Cerca de 483 mil pessoas já receberam a primeira dose, sendo que 111 mil delas já completaram o esquema com a segunda aplicação. Fonte: Governo RS

Fecomércio-RS envia sugestão de protocolo para bandeira preta com horários restritos e escalonados para comércio e serviços

A Fecomércio-RS enviou ao Governo do Estado, nesta segunda-feira (dia 1º/03), uma nova sugestão de protocolo para a bandeira preta, que inclui opções para a abertura do comércio e dos serviços em horário restrito e escalonado. Desta forma, ao diferenciar atividades com o descasamento de horários de abertura e fechamento ou com rodízio de funcionamento, seria possível evitar a paralisação indiscriminada das atividades, medida que tem pouca efetividade no controle da pandemia e ameaça a sobrevivência de milhares de empresas. A entidade alerta que é urgente considerar alternativas ao protocolo atual, pois o custo das medidas tem sido desproporcionalmente alto para as micro e pequenas empresas, que são as mais prejudicadas pelas restrições em vigor. Com uma variedade menor de produtos a oferecer, os pequenos negócios têm mais dificuldade em se enquadrar na categoria “essencial”, o que agrava as disparidades econômicas sem um impacto verificável no controle da pandemia. Outros dois pedidos, já parcialmente atendidos no ano passado, foram encaminhados ao governador Eduardo Leite: a permissão para que as empresas possam abrir para receber pagamentos de carnês, já que muitas compras foram parceladas nessa modalidade, e a postergação da cobrança de tributos estaduais. Fonte: Fecomércio-RS

China quer vacinar 40% da população até meados de julho, diz conselheiro

A China quer vacinar 40% de sua população contra a Covid-19 até meados de julho, disse um conselheiro de saúde nesta terça-feira (2), o que exigirá um aumento considerável de inoculações no momento em que o país aumenta as exportações de vacinas. Zhong Nanshan, especialista em coronavírus que ajudou a elaborar a reação chinesa contra a Covid-19, disse na segunda-feira que a taxa atual de doses de vacina administradas para cada 100 pessoas é de 3,56 – muito mais baixa do que a de Israel, Emirados Árabes Unidos e Estados Unidos. Fonte: G1

Secretaria da Saúde de Lajeado altera serviços a partir desta quinta-feira para priorizar Covid

A Secretaria Municipal da Saúde vai alterar, a partir de quinta-feira (4), o funcionamento de alguns serviços de saúde do município para priorizar os atendimentos relacionados ao Covid-19. A mudança será feita para qualificar o atendimento mais necessário neste momento, considerando-se a quantidade de casos ativos no município, a elevada demanda de atendimentos de pacientes com sintomas gripais por Covid-19 na atenção básica e o alto grau de lotação dos serviços de maior complexidade, urgência e emergência, como a UPA e o Hospital Bruno Born (HBB).

Como ficarão os serviços a partir de quinta:

– O Posto de Saúde do Centro retoma o atendimento Exclusivo de pacientes com suspeita de Covid-19, mantendo o horário de funcionamento ampliado das 7h30 às 19h.

– Os atendimentos eletivos do Posto do Centro e da ESF São José Praia serão realizados nas dependências do Caps AD, na Rua Santos Filho, 345, bairro Centro, das 7h30 às 11h30 e das 12h30 às 16h30.

– O Caps Álcool e Drogas estará atendendo juntamente com o Caps Adulto, das 8h às 18h, na Rua Saldanha Marinho, 770, bairro Centro.

– O Centro de Saúde Montanha não terá mais atendimento Covid-19. O posto seguirá fazendo apenas o teste RT-PCR para gestantes assintomáticas com agendamento prévio. AI/RC

Doria diz que SP entrou na pior semana desde o início da pandemia e não descarta nenhuma medida

O governador de São Paulo, João Doria, disse nesta terça-feira (2) que o estado está na pior semana desde o começo da pandemia. Doria participou do início da vacinação drive-thru no estádio do Morumbi, na Zona Sul da capital, e falou sobre a situação da doença no estado. Questionado sobre se ele adotaria o lockdown para evitar maior propagação da doença, o governador diz que não descarta nenhuma medida. “Não se descarta nenhuma medida, desde que elas sejam embasadas pela ciência e pela saúde”, afirmou Doria. O estado de São Paulo registrou nesta terça o maior número de mortes por Covid-19 em 24h desde o início da pandemia, com 468 novos óbitos, segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde. Com os novos registros, o estado chegou a 60.014 mortes provocadas pela doença. As novas confirmações em 24 horas não significam, necessariamente, que as mortes aconteceram de um dia para o outro, mas que foram contabilizadas no sistema neste período. Os números costumam ser menores aos finais de semana e segundas-feiras. Fonte: G1

Banco Central eleva limite mínimo que bancos podem estabelecer para transações via PIX

O limite que os bancos podem estabelecer nas operações feitas por meio do PIX ficou maior este mês. Desde segunda-feira (1º), o menor limite que um banco pode estabelecer para esse tipo de transação passou a ser o mesmo da TED, ou do disponibilizado para o cartão de débito, dependendo da operação. As regras do PIX determinam que os bancos podem (mas não são obrigados a) estabelecer limites máximos de valor para as transações por meio da ferramenta. Fonte: O Sul

Acidente em estrada deixa ao menos 15 mortos nos EUA

Ao menos 15 pessoas morreram nesta terça-feira (2) após a colisão entre um veículo utilitário (S.U.V.) e um caminhão de carga em uma estrada de El Centro, no sul da Califórnia, Estados Unidos. A batida entre os veículos aconteceu na rota estadual 115, a cerca de 16 km da fronteira com o México. O médico Adolphe Edward, diretor do Hospital Regional de El Centro, disse em entrevista coletiva que 14 pessoas morreram no local. Outra pessoa, que chegou a ser socorrida e levada ao centro médico, não resistiu aos ferimentos. Ele disse ainda que mais seis dos feridos estão sendo tratados pelo hospital. Fonte: G1

Produção e apresentação: Rita de Cássia
Próxima edição: amanhã, às 8h

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui