Lista do TCU tem 28 candidatos do Vale do Taquari que receberam auxílio emergencial e declararam patrimônio acima de R$ 300 mil

São 27 candidatos a vereador e um candidato a prefeito de 15 cidades.


7
Sede do Tribunal de Contas da União (TCU), em Brasília (Foto: Divulgação/TCU)

Uma lista do Tribunal de Contas da União (TCU), divulgada na última sexta-feira (6), aponta 28 nomes de candidatos a vereador ou prefeito do Vale do Taquari que receberam auxílio emergencial e declararam patrimônio acima de R$ 300 mil.

Isto representa 4% dos 698 nomes do Rio Grande do Sul que estão nesta condição. De acordo com o TCU, o patrimônio declarado é um indicativo de que os candidatos não se encaixavam nas regras para receber o benefício. O tribunal cruzou informações do INSS e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Constam na lista candidatos a vereador de 14 municípios da região: Bom Retiro do Sul e Teutônia (4), Arvorezinha, Estrela e Lajeado (3), Travesseiro (2) e Arroio do Meio, Dois Lajeados, Doutor Ricardo, Encantado, Ilópolis, Relvado, Santa Clara do Sul e Taquari (1). O município de Muçum tem um candidato a prefeito nessa condição.

A lista ainda mostra que 63 candidatos do RS, que receberam o auxílio, têm patrimônio acima de R$ 1 milhão. No caso de um deles, o valor dos bens chega a R$ 8 milhões.
No documento, aparece o nome de 15 candidatos a prefeito, 25 a vice, e 658 postulantes a uma vaga de vereador.

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente.com.br

7 Comentários

  1. Nomes, a população precisa de Nomes para saber em quem pode ou não votar.
    Como o Site não coloca eu coloco

    CARLOS AUGUSTO BIANCHIN DA ROSA
    CLAUDIA GUIMARAES MADEIRA
    IVANIR OLIVIO LENHART

    Esses três são de Lajeado

    • Se essas pessoas tinham empresa e estavam de portas fechadas na pandemia, elas se enquadravam nos quesitos. Eu não pegaria, mas cabe a cada um saber disso.

  2. Ter os requisitos para receber, é bem diferente de ter MORAL para perceber que tem gente com mais necessidades…..A moralidade deve estar acima da legalidade….a legalidade de receber vem da lei que estabeleceu quem devia receber e a moralidade de pegar vem do cidadão em ser ÉTICO, em olhar os mais necessitados

  3. Fica a pergunta….vao ser processados por fraude?
    Ou vai ficar por isso mesmo? Politicagem mais criminosa que faccoes

  4. Leitor, esse auxílio é emergencial, ou seja para emergência!!!! É para as pessoas comprarem o básico dentro de casa, essas pessoas que tem empresa devem ter uma reserva pra essas emergências e deixar o auxílio pra quem precisa. Tenho minhas dúvidas se vc não pegaria….
    Divulga a lista aí….

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui