Mãe de mulher suspeita de provocar acidente na BR-386 diz que filha não se lembra de nada

À reportagem, a mãe da suspeita também falou que só se separou da mulher no momento da prisão


3
Foto: Joel Alves

Após ficar 29 dias no hospital, na tarde da quarta-feira (16) foi presa preventivamente a mulher suspeita de ter provocado um acidente de trânsito na BR-386, em Lajeado. O fato aconteceu no dia 17 de maio, no km 344 da rodovia. Ela passou por uma cirurgia no sábado (12) e teve alta hospitalar na quarta.

Para a reportagem, a mãe da suspeita falou sobre a situação da filha após o acidente. Anair Conferi Albaneze disse que, durante a recuperação, acompanhou a filha todos os dias. “Só nos separamos na hora da prisão”, conta.


OUÇA A REPORTAGEM 


Segundo ela, desde os 18 anos de idade a filha sofria de depressão. “Ela sempre se tratou, só que ultimamente a incomodação dela era demais”, disse. “Mãe eu não sou criminosa. Eu não me lembro que eu peguei a menina na creche, não me lembro a hora, não me lembro de ter feito o vídeo, não me lembro do lugar onde bati no caminhão e não me lembro de nada.

Além disso, a mãe da suspeita disse que a filha toma remédios contra depressão e está recebendo acompanhamento de um psicólogo e um psiquiatra. 

3 Comentários

  1. Essa é a Ana que nós conhecem não essa pessoa fria que as pessoas desenharam nas redes sociais

  2. Se essa mulher desde os 18 anos sofre de depressão a muito tempo que deveria se tratar, uma pessoa dessa não tem nem o direito de ser mãe até que sare sua sanidade mental. Vamos dizer que “sorte” é ter o video onde ela mesma expos tudo do que ela iria fazer e fez. Se ela não lembra tem o video pra relembrar!

  3. Não acho q as redes sociais desenharam uma pessoa fria!
    O vídeo q ela mesma fez mostra exatamente o q ela é.
    Depressão é uma doença sim, mas normalmente a pessoa tem o desejo de se matar e não de matar a própria filha😢
    Pra mim ela é um monstro sim!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui