Maior número de interrupções de energia em eventos climáticos são provocadas por vegetação na rede, afirma gerente da RGE


0

O gerente de Relacionamento com o Poder Público da RGE, Fábio Calvo, explicou os motivos que levam à demora no restabelecimento de energia elétrica em casos de eventos climáticos graves. Em entrevista no programa Redação no Ar nesta sexta-feira (14), o dirigente falou sobre a última situação que atingiu o Vale do Taquari ,no dia 2 de janeiro. Segundo ele, na ocasião, ao menos 18 mil pontos ficaram sem energia elétrica durante o temporal e 381 ocorrências atendidas. 

Gerente de Relacionamento com o Poder Público da RGE, Fábio Calvo (Foto: Divulgação)
Gerente de Relacionamento com o Poder Público da RGE, Fábio Calvo (Foto: Divulgação)

“Dentro da severidade as equipes foram mobilizadas para fazer o estabelecimento. Tivemos a oportunidade de, em até 12 horas após o evento, ter 86% dos clientes com a conexão restabelecida. Cerca de 24 horas após, 96% das economias estavam com a conexão normalizada. “Isso mostra a mobilização da empresa para realizar o serviço no menor prazo possível”, afirma. 

 

O representante da RGE diz que há um problema cultural na região de ter árvores perto da rede elétrica. “Vegetação de grande porte perto da rede elétrica não combina”, ressalta. Calvo afirma que essa é a grande causa dos problemas. “É o grande vilão em especial nos eventos de condição climática”, observa. O gestor afirma que a empresa vem buscando trabalhar em parceria com prefeituras para amenizar os impactos aos clientes e munícipes. 

Calvo também detalhou os investimentos que a concessionária realizou nos últimos anos no Vale do Taquari. Segundo ele, foram R$ 100 milhões destinados para reforço de rede. Além disso foram instalados novos equipamentos e substituídos cerca de 1500 postes. “Todas essas obras fazem com que a gente consiga ter uma rede mais robusta”, comenta. O gestor conta que a empresa realizou um trabalho de limpeza e substituição de equipamentos em toda área de concessão. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui