Mais de 2,3 mil mulheres foram vítimas de violência doméstica no primeiro semestre de 2021 no TO

A análise da polícia é de que os casos têm caído nas grandes cidades, mas crescido no interior do estado


0

Apesar de alto, o número é 7,7% menor que o registrado no mesmo período do ano passado. Análise da polícia é de que os casos têm caído nas grandes cidades, mas crescido no interior.

A Polícia Civil divulgou um balanço com números da violência doméstica contra mulher no Tocantins nesta quarta-feira (14). Segundo os dados, 2.387 mulheres foram vítimas apenas nos seis primeiros meses do ano. Apesar de alto, o número é 7,7% menor que o registrado no mesmo período do ano passado, quando foram 2.586 registros. A análise da polícia é de que os casos têm caído nas grandes cidades, mas crescido no interior do estado.

A violência doméstica pode acontecer de forma física, psicológica, moral, sexual e patrimonial, de acordo com a Lei Maria da Penha. Todas as formas violam os direitos humanos e geram graves consequências para a vítima.

Os números podem ser ainda maiores, pois muitas mulheres não procuram ajuda por medo. Devido à pandemia as vítimas acabam passando mais tempo na companhia do agressor e violência acaba se agravando.

Os dados da Secretaria de Segurança Pública revelam que o número de casos tem crescido principalmente em cidades do interior. Por outro lado, nas maiores cidades do estado os registros têm diminuído: Gurupi teve queda de 38,3%, Araguaína reduziu 7,9% e Palmas registrou menos 4,1%.

Fonte: G1


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui