Mais de 24 horas após operação, Polícia Civil não divulgou identidade dos mortos no Jacarezinho

Um policial civil também foi a óbito no confronto


0

A Polícia Civil não divulgou as identidades e os antecedentes criminais dos 24 mortos na operação do Jacarezinho, mesmo após mais de 24 horas da ação de quinta-feira (7). A polícia nega as denúncias de execução e afirma que todos são considerados suspeitos.

A Defensoria Pública do Rio disse que ainda não conseguiu a identificação das vítimas e afirmou que nenhuma família pediu atendimento ao órgão a respeito de parentes baleados. “A gente não tem informações, ainda, de quem foram essas pessoas mortas. Na visita que a gente fez ontem na favela, a gente viu pessoas procurando seus parentes, mas ninguém fez uma abordagem pedindo o atendimento específico da Defensoria Pública”, afirmou Maria Julia Miranda, defensora pública.

Ainda segundo a defensoria, pelo menos três pessoas teriam sido executadas na ação e as cenas de crime foram desfeitas.

Fonte: G1


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui