Mais de 800 produtores criam abelhas sem ferrão na região

Reunião virtual debateu proposta para disciplinar a atividade.


0
Foto: Arquivo / Rádio do Vale

Uma das culturas que está em expansão no Rio Grande do Sul é a criação de abelhas sem ferrão. Nos Vales do Taquari e Caí, cerca de 800 produtores são atendidos pela Emater/Ascar. O zootecnista João Sampaio concedeu entrevista ao programa Realidade da Rádio do Vale e informou que no último sábado (8) foi realizada a primeira reunião virtual com adeptos da atividade. Na ocasião, foi debatida uma proposta para disciplinar a cultura.


ouça a entrevista

 


João Sampaio explicou que uma das vantagens da criação de abelhas sem ferrão é a segurança. Também há facilidade de adaptação das colmeias, inclusive em áreas urbanas.

O zootecnista ainda considerou que a maioria dos produtores não faz a comercialização do mel das abelhas nativas. Ele ressaltou que, apesar da quantidade produzida não ser tão expressiva, a compensação é o sabor diferenciado do produto.

Texto: Gilson Lussani
redacao@820dovale.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui