Mais de mil pessoas estão com a segunda dose da vacina contra a Covid em atraso em Lajeado

Número foi calculado com base em quem fez a segunda dose até a última sexta-feira (9)


0
Foto: Divulgação

Sem doses para realizar a primeira vacina contra a Covid-19 nos grupos prioritários, a atenção da Secretaria Municipal da Saúde de Lajeado está voltada à aplicação da dose de reforço. Entretanto, a aplicação da segunda imunização está sendo prejudicada por uma questão: a falta de procura pela segunda dose por parte da população. Pela contabilização da Vigilância Epidemiológica, 1.124 pessoas já deveriam ter feito a segunda dose da vacina e ainda não procuraram os pontos de vacinação. O número foi calculado com base em quem fez a segunda dose até a última sexta-feira (9).

“É um número alto e que nos preocupa porque, sem a segunda dose, as pessoas não estarão imunizadas. A taxa de imunização esperada só acontece depois do esquema vacinal completo, com as duas doses. Por isso, estamos orientando a população para que fique atenta à data da segunda dose e procure os locais de vacinação para completar a vacina. Para a segunda dose temos as vacinas asseguradas e disponíveis”, explica a coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Lajeado, Juliana Demarchi.

Até segunda-feira (12), o município de Lajeado contabilizava 13.317 pessoas vacinadas com a primeira dose, das quais 3.106 já haviam recebido também a segunda dose.

Fique ligado!

– As duas vacinas que estão sendo aplicadas em Lajeado exigem segunda dose. No caso da vacina de Oxford, o intervalo é de 12 semanas. No caso da vacina CoronaVac, do Butantan, o intervalo é 28 dias. A data de cada pessoa que já foi vacinada foi anotada a lápis na carteirinha. Basta consultar para ver quando a pessoa deve se vacinar novamente.

– Para fazer a segunda dose, a pessoa só precisa apresentar um documento de identificação com foto e levar a carteirinha para conferência da data de vacinação. Daí, a data anotada a lápis será substituída por uma escrita a caneta, que informará que a pessoa completou o esquema vacinal.

– Se a pessoa passou do período exato de fazer a segunda dose, ainda assim deve buscar a imunização de reforço o quanto antes. 

– No caso das duas vacinas (Oxford e CoronaVac), quem tomou apenas a primeira dose não é considerado imunizado. A primeira dose estimula o sistema imunológico, mas o benefício da proteção só é percebido depois da segunda dose. A imunização é considerada apenas duas semanas após a aplicação da última dose do imunizante, não importa qual seja.

– Se uma pessoa recebeu a primeira dose de vacina e chegar a contrair a doença Covid-19 antes de fazer a segunda dose, ela deverá esperar 30 dias após a manifestação da doença (primeiros sintomas) para só então receber o reforço. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui