“Mais de R$ 250 milhões já foram investidos por empresas que migraram ou expandiram suas atividades”, afirma prefeito de Teutônia

Prefeito Celso Aloísio Forneck palestrou em evento da CIC Teutônia com mais de 140 participantes


0
Prefeito foi o palestrante (Foto: Divulgação)

Mais de 140 pessoas participaram do terceiro Almoço Empresarial da CIC Teutônia em 2024, lotando o Auditório 03 da entidade. O evento ocorreu na sexta-feira (21) e contou com a explanação do prefeito Celso Aloísio Forneck, que abordou o tema “Iniciativas municipais para o desenvolvimento de Teutônia”.

O chefe do Executivo destacou algumas das ações já desenvolvidas, dificuldades do período e oportunidades de crescimento. Pandemia, seca, crise da Cooperativa Languiru, enchentes e vendavais foram citados. Por outro lado, a procura de empresas e de famílias para se instalarem em Teutônia foram apontadas como positivas e desafiadoras.

Cerca de 140 empresários prestigiaram o evento (Foto: Divulgação)

“Mais de R$ 250 milhões já foram investidos em Teutônia por empresas que migraram ou expandiram suas atividades, o que é mais do que a arrecadação do município em um ano. Algumas negociações já ocorreram ou estão adiantadas, outras não podemos revelar por não termos os dados oficiais. Passam de 15 empresas de diferentes portes e ramos em negociação, o que diversifica a nossa economia. Além disso, não deixamos de dar atenção a quem já está aqui. De oito lotes de terra que foram para leilão, sete foram adquiridos por empresas de Teutônia. O município está dando um salto à frente”, revelou Forneck, falando de negociações de estruturas prediais e de áreas de terra.

Planejamento

“Estamos felizes em ver esses investimentos, que farão toda diferença. Precisamos olhar para o todo, mas também é necessário um olhar cuidadoso com a sociedade, em receber a todos bem. Não queremos crescer de qualquer jeito”, acrescentou, falando da geração de empregos que deve oportunizar mais de mil vagas diretas até o fim do ano.

Nesse quesito, Forneck reforçou a necessidade da qualificação da mão de obra. “Nosso trabalhador está preparado, e se ainda não se sente apto, temos cursos de qualificação gratuitos”, disse.

Outra preocupação é com a geração de lixo, condições de moradia, educação e saúde. “A estimativa é de que tenhamos em torno de quatro mil pessoas a mais circulando em Teutônia. Somente no mês de maio o volume de lixo recolhido aumentou em duas toneladas/dia. Hoje praticamente ocupamos todas as cerca de 600 opções de moradia que estavam disponíveis para locação, e ainda temos muitas pessoas morando em casa de parentes. Então vai nos faltar moradia para a classe trabalhadora que ganha entre dois e três salários mínimos. Desde o início de 2024 já foram transferidos mais de 1,3 mil cartões SUS para Teutônia. A vinda de novas empresas vai trazer mais famílias para cá, e isso é um desafio, também, em termos de escolas e creches. Se tivéssemos dez pavilhões de mais de 2.000m², hoje estariam todos ocupados”, enumerou.

No formato de prestação de contas, Forneck trouxe indicadores de diferentes áreas e encerrou agradecendo. “Obrigado a todos que foram protagonistas deste momento da nossa história, todos que colaboraram, contribuíram e cresceram olhando para frente. Boas-vindas a todos os empreendedores que estão chegando, estaremos sempre acolhendo bem. É momento de nos abraçarmos e deixarmos as diferenças para o momento oportuno, pensando numa Teutônia cada vez maior e melhor. Vamos crescer de forma harmoniosa, onde cada um, naquilo que for possível, fará o seu melhor para que sejamos um município que todos gostem de viver e estar”, encerrou, valorizando, ainda, a localização estratégica da cidade, os acessos logísticos rodoviários e a segurança.

Próxima edição

O próximo Almoço Empresarial da CIC Teutônia está agendado para o dia 25 de julho, às 11h45min. Com o tema “Desafios e oportunidades da jornada empreendedora”, será apresentado o case da empresa de tecnologia aeronáutica Aeromot, especializada em venda de aeronaves, peças e componentes, manutenção aeronáutica e soluções para missões especiais. A apresentação ficará por conta da sócia Cristiane Cunha, diretora da Federasul.

O investimento é de R$ 75,00 por participante associado à CIC e de R$ 90,00 para os demais interessados. Mais informações e inscrições pelo WhatsApp (51) 99250-1992.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui