Mandetta fala durante mais de 7 horas na abertura da fase de depoimentos da CPI da Covid

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 8h


0
Foto: AFP / Agência Senado / Jefferson Rudy

Em depoimento à CPI da Covid no Senado, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse que o governo federal não quis fazer campanha de comunicação oficial contra a doença. Também afirmou que uma minuta de decreto presidencial propôs que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) alterasse a bula da cloroquina para que o medicamento fosse indicado no tratamento da Covid-19. Mandetta declarou ainda que Bolsonaro se aconselhava sobre a pandemia com fontes de fora do Ministério da Saúde. O ex-ministro falou por mais de sete horas. Fonte: G1

Governo convoca reunião com ministros e senadores aliados para ajustar estratégia na CPI

Jair Bolsonaro convocou para a manhã desta quarta-feira reunião com líderes e senadores governistas da CPI da Covid a fim de traçar estratégias para as próximas sessões de depoimentos. Participam os ministros Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil), Flávia Arruda (Secretaria de Governo) e Onyx Lorenzoni (Secretaria-Geral). Fonte: G1

Brasil registra 3.025 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

O Brasil registrou 3.025 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas e totaliza 411.854 óbitos desde o início da pandemia. Em casos confirmados, são 14.860.812 brasileiros que já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 69.378 desses confirmados ontem. Quase 33 milhões de pessoas tomaram a primeira dose da vacina. Fonte: G1

Versamune começará a ser testada em humanos em junho

Candidata à vacina brasileira contra Covid-19, a Versamune começará a ser testada em humanos em junho e a aplicação na população em geral está prevista para dezembro, informou Helena Faccioli, CEO da Farmacore, a start-up de biotecnologia que desenvolve o imunizante com apoio da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto (SP). Fonte: G1

Três crianças e duas funcionárias de uma escola infantil de Santa Catarina morreram após um ataque a faca

Três crianças e duas funcionárias de uma escola infantil de Saudades, no Oeste de Santa Catarina, morreram após um ataque a faca. O assassino, um jovem de 18 anos, deu golpes contra o próprio corpo e foi internado. Veja quem são as funcionárias e crianças vítimas do ataque. Entenda o que se sabe e o que falta saber sobre o caso. Fonte: G1

Começa o julgamento do caso Tatiana Spitzner

Começou o julgamento do caso Tatiana Spitzner. Em 2018, a advogada foi encontrada morta após cair do 4º andar do apartamento onde morava, em Guarapuava (PR). O marido dela, Luís Felipe Manvailer, foi preso no dia da morte e indiciado por homicídio qualificado. Ele nega ter cometido o crime. O julgamento prossegue hoje e o G1 acompanha em tempo real. Fonte: G1

Mais grupos com comorbidades começam a ser vacinados contra a Covid-19 em Lajeado nesta quarta-feira

A partir desta quarta-feira (05), Lajeado ampliará a vacinação para novos grupos prioritários de pessoas com comorbidades para receberem a vacina contra a Covid-19. Apenas pacientes com as comorbidades previstas na lista específica poderão ser vacinados. Pessoas com problemas de saúde que não estão descritos na lista não poderão se vacinar. A lista pode ser conferida no site independente.com.br. A imunização é disponibilizada no Parque do Imigrante, exclusivamente no modo drive-thru; e no Auditório da Secretaria do Desenvolvimento Social (antiga Sthas). Em ambos os locais a vacinação ocorre das 8h às 14h, sem fechar ao meio-dia.

Segunda dose da Coronavac chega a Lajeado

Lajeado recebeu nesta terça-feira (04), 190 doses de Coronavac para aplicação de segunda dose. Como o número é muito pequeno diante da necessidade de vacinação de segundas doses, o município aplicará desta forma: deste total, 100 doses serão disponibilizadas no Parque do Imigrante (apenas para drive-thru) e 90 doses no auditório da Sthas. Logo no início da manhã, as equipes distribuirão as senhas para quem estiver na fila, informando o fim das doses com o fim das senhas. Um volume grande de doses é aguardado para os próximos dias para colocar em dia a vacinação de segunda dose. Não há mais vacinas disponíveis para profissionais da saúde. Vacinas de segunda dose da Oxford/Astrazeneca seguem sendo feitas normalmente. AI/RC

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard.
Próxima edição: ao meio-dia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui