McDonald’s raciona batatas fritas no Japão devido às inundações no Canadá e à pandemia

Rede de restaurantes informou que venderá apenas a porção pequena durante uma semana, a partir de sexta, para evitar a escassez do produto


0
Restaurante McDonald's em Tóquio, capital do Japão, em 29 de novembro de 2008 (Foto: Reuters)

A rede McDonald’s se viu obrigada a racionar no Japão um de seus produtos mais procurados, as batatas fritas, após a queda na importação do tubérculo devido às inundações no Canadá e o impacto da Covid-19 na cadeia global de suprimentos.

O McDonald’s Japão informou que venderá apenas a porção pequena das batatas fritas durante uma semana, a partir de sexta-feira (24), para evitar a escassez do produto.

“Devido às grandes inundações perto do porto de Vancouver […] e dos problemas na cadeia de abastecimento provocados pela pandemia do coronavírus, há atrasos no fornecimento de batatas”, afirmou a empresa em um comunicado.

A rede de restaurantes disse ter adotado medidas para garantir que os clientes ainda possam comprar batatas fritas, apesar das dificuldades para um “abastecimento estável do produto”.

‘Inundações históricas’ no Canadá

‘Inundações históricas” atingiram o oeste do Canadá em novembro, na costa do Oceano Pacífico, isolaram a cidade de Vancouver e forçaram a fuga de milhares de moradores da província de Colúmbia Britânicaa.

As chuvas extremas no Canadá ocorreram meses após uma onda de calor história na região de Colúmbia Britânica causar incêndios devastadores e a morte de 500 pessoas.

O McDonald’s do Japão não informou o impacto financeiro que aa suspensão temporária da venda das batatas de tamanho médio e grande causará.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui