Médicos pedem que indianos parem de usar esterco e urina de vaca para se proteger da Covid

O coronavírus já infectou mais de 22,6 milhões de pessoas na Índia


0

Médicos na Índia se viram obrigados a alertar a população que espalhar estrume de vaca pelo corpo não protege contra a Covid-19 e que ainda há risco de contágio por outras doenças.

No estado de Gujarat, algumas pessoas têm ido a currais uma vez por semana para cobrir o corpo de esterco e urina de vaca, na esperança de que isso fortaleça a imunidade contra o coronavírus ou mesmo que possa ajudá-los a se recuperar da doença. O coronavírus já infectou mais de 22,6 milhões de pessoas na Índia.

Até agora, foram mais de 246 mil mortes notificadas oficialmente (os especialistas dizem que o número real pode ser até 10 vezes maior). Há falta de leitos hospitalares, oxigênio e remédios e, assim, muitos morrem sem tratamento.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui