“Melhor ajuda é a comunidade nos prestigiar”, diz artesã de Colinas após furtos em sede

A Casa do Artesão de Colinas foi alvo de ladrões na noite deste domingo (4)


0
Foto: Júlio César Lenhard

Um dos pontos turísticos mais bonitos de Colinas foi o cenário de um fato que entristeceu a comunidade. A Casa do Artesão de Colinas foi alvo de ladrões na noite deste domingo (4). A sede, que fica junto à antiga estação de trem do município, foi arrombada, invadida, e teve materiais levados.

Do local foram furtados diversos produtos como: bebidas; picolés; doces e bolachas; micro-ondas; utensílios de cozinha; e um botijão de gás. “Quanto às bebidas os arrombadores até foram cautelosos, pois levaram refrigerantes e cervejas que se encontram nos mercados, mas não levaram as artesanais pois seriam facilmente localizadas”, conta a artesã Josiane Holz. Segundo ela, foram tomadas as medidas necessárias, como o registro de boletim de ocorrência, para que os suspeitos sejam responsabilizados pelo ocorrido, mas não se acredita que possa haver alguma punição efetiva para os criminosos. “A comunidade e as forças policiais suspeitam de quem possa ser, mas não há como provar e no nosso país em seguida estão soltos, mas fizemos a nossa parte”, afirma.

Quanto a pedidos de ajuda para recuperar as perdas, artesã apenas solicita que a região visite o local e Aprecia os produtos coloniais e artesanais expostos e comercializados. “Somos uma associação de artesãos que gosta muito de lutar, e a melhor maneira de ajudar é a comunidade prestigiando o local.” Ela ainda conclui dizendo que nunca aconteceram um furto dessa natureza na casa, porém Outros Atos criminosos chegaram a ser constatados, como a utilização do local para uso de entorpecentes nas proximidades, e o acúmulo de sujeira e diversos tipos de materiais que foram encontrados junto a sede.

Fundada em 2005, a Casa do Artesão reúne artesãos e produtores da agricultura familiar que desejam oferecer produtos a valores acessíveis e fomentar o turismo no município. O atendimento ao público ocorre aos sábados das 9h às 12h e das 14h às 18h. Aos domingos das 14h às 18h.

Texto: Júlio César Lenhard

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui