Menino que vendia balas em Lajeado é tachado de ladrão e vendedor de drogas

O garoto buscava arrecadar dinheiro para comprar uma bicicleta e já havia conseguido o valor de R$200; Ele e sua mãe relatam a situação.


10
Foto: WhatsApp / Reprodução

Em busca do sonho de comprar uma bicicleta, um menino de 11 anos, que é morador de Lajeado, revendia balas nas imediações da sua residência, no Bairro Conventos.

Imagens do menino circularam na internet, alegando que o garoto estaria vendendo drogas e roubando. Na tarde desta quarta-feira (23), a reportagem conversou com a mãe da criança que relatou a situação.


OUÇA A REPORTAGEM 


 

10 Comentários

  1. Este e o Brasil em que vivemos infelizmente as pessoas que trabalhão honestamente só taxadas de pessoas de ma índole e as pessoas que fazem ações de ma índole é que são taxadas de boa índole tudo isso só vai mudar quando o Brasil investir pesado na educação pena que nossos governantes não querem isso .

  2. Mas tem sim um jovem que vende balas e mandolates nas sinaleiras e é sim usuário de drogas pois eu já vi com meus proprios olhos talvez não seja o mesmo não devemos ser ingênuos e achar que é tudo lindo e maravilhoso!

  3. olha,Renato,eu fiquei revoltado com essa situação e merece ser levada à justiça, para que sirva de exemplo para outras pessoas desumanas que NÃO podem ver os outros realizar seus sonhos e inventam coisas para prejudicare denegrir a imagem como dessa criança. É um absurdo isso.e Desejo que a Polícia chegue rápido até essa ou essas pessoas desumanas e sem coração para que paguem pelo Crime que cometeu(ram).Meu abraço e o desejo de um FELIZ Natal à todos vcs da Rádio Independentemente e à essas família que sofreu um injustiça. 👏🏽👏🏽👏🏽

  4. Esse é o nosso maravilhoso pais, governado por uma besta que não se importa com a população, é o tipo do político que só se lembra das pessoas em época de eleições, até agora só faz coisas e projetos para se beneficiar. Laventavel que isso ocorra em nosso país. Um dia vamos aprender e compreender a forma de votar e eleger verdadeiro administradores de verdade e queiram trabalhar para o desenvolvimento da nação.

    • Como faremos isso se só se cantitadam interesseiros, se não temos democracia neste país para votar em queremos, somos obrigados a votar em algum desses que se cantitadam, se fosse uma democracia deveríamos ter o direito de poder não votar em ninguém, como por exemplo voto branco ou nulo ser candidato, 50% mais um se anulariam as eleições, e os candidatos que estariam em cada pleito não poderiam se candidatar pelo menos por 10 anos a cargo nenhum, nem se quer pra síndicos de seu próprio prédio, se faríamos isso por duas ou três vezes numa eleição, certamente somente pessoas com Interesse em ajudar o povo se cantidariam e não isso que temos hoje em, só com o interesse do poder, pena que isso é apenas uma utopia minha

    • Acho que a grande lição não é dae a bicicleta, e sim ele estar se esforçando, trabalhando, ter o sentimento que ele conquistou aquele objeto.
      Parabéns pela iniciativa dele, de querer algo e ir atrás. Com toda certeza será um guri que irá crescer com valores, não como boa parte das crianças que estão ganhando tudo sem nenhum esforço.

  5. A crianças trabalhando ainda chamam de ladrão e vendendo de droga… Pq eles não vão pega os q realmente roubam e não fazem nada… deixa o guri realizar o sonho dele já q ninguém ajuda a compra uma bicicleta pra ele trabalha

  6. Na minha infância, para conseguir uns trocados, entregava folhetos de publicidade nas casas. A loja me pagava 30,00 para 5000 folhetos. Eu tinha 9 anos. Meus pais poderiam me dar os 30,00. Mas me deixaram conquistar eles. Agora estou com 31, e me lembro desta situação, e vejo o quanto valor isto deu para minha vida.
    Não perdi minha infância pela aquele trabalho. Fui a escola, nunca repeti, me formei no ensino superior.
    O mundo esta muito complicado infelizmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui