Mesmo com expansão de leitos, 45ª rodada confirma esgotamento da capacidade hospitalar e RS em bandeira preta

A elevação dos confirmados com Covid-19 em UTI fez com que se mantivesse quase a totalidade dos leitos de UTI do Estado ocupados


0
Foto: Governo do RS / Divulgação

Pela terceira semana consecutiva, todo o Rio Grande do Sul está em bandeira preta – nível de risco máximo previsto no modelo de Distanciamento Controlado –, conforme já havia sido antecipado pelo governador Eduardo Leite. Divulgados nesta sexta-feira (12), os indicadores da 45ª rodada comprovam o esgotamento da capacidade de atendimento hospitalar do Estado.

Mesmo considerando o aumento de 3% no número total de leitos de UTI existentes e a redução dos internados por outras causas, a elevação dos confirmados com Covid-19 em UTI fez com que se mantivesse quase a totalidade dos leitos de UTI do Estado ocupados, inclusive fora dos leitos regulares, o que indica operação acima da capacidade indicada em algumas regiões.

Piora em todos indicadores

Todos os 11 indicadores monitorados com relação à velocidade de propagação do coronavírus e à capacidade de atendimento hospitalar tiveram piora nesta semana – mesmo calculados em cima de números recordes da rodada anterior. Entre os quais, o número de registros de novas hospitalizações (+19%), de internados em leitos clínicos (+27%), de internados em UTIs (+19%) e de óbitos (+54%), contabilizando 1.343 mortes em apenas sete dias. Na quinta-feira (11/3), houve recorde no número diário: foram 276 mortes confirmadas em apenas 24 horas.

Por conta desse cenário e em uma tentativa de conter a piora dos indicadores, o governador antecipou na semana passada que o Estado permaneceria todo em bandeira preta pelo menos até o dia 21 de março e com a suspensão da cogestão, não permitindo a flexibilização dos protocolos pelas prefeituras.

Em reunião com representantes de setores empresariais nesta sexta (12), a secretária da Saúde, Arita Bergmann, lembrou que as regras mais rígidas são temporárias e se fazem necessárias diante da impossibilidade de parar o vírus até que se tenha a expansão da vacinação.

Números da Covid-19 na semana no Vale do Taquari

Na semana de 5 a 11 de março, utilizada na 45ª rodada do programa, a região de Lajeado teve 2.767 casos e 72 mortes. No período anterior, de 26 de fevereiro a 4 de março, o Vale do Taquari teve 2.043 casos e 35 mortes. Os números apontam um aumento de 35,4% nos casos e 105,7% nos óbitos. AI/CS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui