Mesmo com sintomas de Covid-19, mãe deve continuar amamentação do bebê

Médico infectologista ressaltou os cuidados que devem ser respeitados no contato com as crianças.


0

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, foram levantados diversos questionamentos sobre as medidas adequadas no contato com crianças. Um deles é quanto a amamentação dos bebês.

Foto: Arquivo

O médico infectologista Guilherme Campos Domingues concedeu entrevista ao programa Encontro Maior da Rádio do Vale e informou que não é recomendada a interrupção do procedimento.

Ele ressaltou que devem ser verificados os cuidados de higienização da mama e das mãos, bem como o uso de máscara por parte da mãe durante a amamentação. Outra opção seria extrair o leite materno e fazer com que alguém sem sintomas oferecesse o produto ao bebê. No entanto, a iniciativa pode dificultar que a criança volte a mamar no peito.


ouça a entrevista

 


Campos Domingues ainda abordou a possibilidade de reinfecção de pacientes que tiveram a Covid-19. Já foram constatados casos que pessoas que voltaram a contrair o novo coronavírus. Por isso, a estimativa é que após um determinado período, o paciente reduza a imunidade para a doença. Com isso, a partir da detecção de uma vacina, a imunização deva ser feita de forma anual para evitar novas contaminações. GL

Texto: Gilson Lussani
redacao@820dovale.com.br


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui