Mesmo na pandemia, Pro_Move tem aumento de cerca de 50% de participação nos grupos temáticos

Movimento busca a transformação de Lajeado por meio da inovação e da tecnologia. Nos quatro grupos de trabalho conta com a participação de cerca de 180 pessoas da comunidade.


0
Albano Mayer, consultor e articulador do Pro_Move Lajeado (Foto: Jonas de Siqueira)

Mesmo com as limitações impostas pela pandemia de coronavírus, o Pro_Move Lajeado encerra 2020 com um aumento de cerca de 50% de pessoas envolvidas nos grupos temáticos: passou de 120 no começo para 180 atualmente, conforme o consultor e articulador do movimento, Albano Mayer.

Ele explica que o Pro_Move objetiva transformar Lajeado em uma cidade mais inovadora, com maior qualidade de vida por meio do conhecimento, da tecnologia e da informação. Mayer afirma que a proposta é fazer com que a principal cidade do Vale do Taquari se torne um eixo da inovação. “Lajeado já está no mapa da inovação nacional”, afirma.


ouça a entrevista

 


O Pro_Move é estruturado em quatro hélices: poder público, comunidade, universidade e empreendedores. “Essas quatro hélices são muito atuantes, muito fortes e alinhadas”, destaca o consultor. As áreas prioritárias de inovação para a cidade foram mapeadas por uma empresa especializada de Santa Catarina.

A partir deste trabalho, foram montados quatro grupos de trabalho – um para cada área: alimentos, saúde, tecnologia-informação-comunicação (TIC) e tecnologia da automação. Os grupos realizam um encontro por mês cada um. Consequentemente, ocorre um encontro por semana do Pro_Move, durante todo o ano.

Neste ano, Mayer ressalta que vários eventos e atividades estipulados por cada grupo tiveram que ser repensados pelo contexto de pandemia. O consultor cita, por exemplo, a atuação do grupo de saúde do movimento em matérias como utilização de máscaras, conscientização da população sobre a covid-19 e o Testa Lajeado, pesquisa para investigar a prevalência e os fatores associados à infecção por Sars-CoV-2 na população adulta de Lajeado. Já o grupo de alimentos desenvolveu uma cartilha digital sobre conceitos relacionados à biossegurança na pandemia.

Entre os eventos e ações que ficaram para o ano que vem, está o lançamento de uma agência de inovação em Lajeado e o evento Crie Smart Cities, em parceria com a Univates, para valorizar e trabalhar o conceito de cidades inteligentes em Lajeado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui