Metrô de Berlim cria passagem comestível feita com maconha

Campanha inusitada acontece apenas nesta semana; empresa responsável afirma que o consumo do produto é inofensivo e legal, e que não há substâncias psicoativas no papel


0
Imagem ilustra bilhete com óleo de maconha distribuído no metrô de Berlim (Foto: Reprodução/BVG)

A direção dos transportes de Berlim (BVG) criou uma passagem comestível com sabor de óleo de maconha para os viajantes ansiosos pela crise da Covid-19 ou pelas compras de Natal possam “engolir o estresse”.

“Quem quiser viver o Natal totalmente relaxado, venha conosco, a BVG”, disse a empresa que administra o transporte público em um vídeo. “E para um relaxamento extra, encontramos uma solução: uma droga das boas.”

A “passagem cannabis”, que é oferecida apenas até sexta-feira (17), foi pensada para combater “os nervos do Natal”, explica a empresa, que geralmente faz este tipo de campanha inusitada no fim do ano.

A passagem, válida para todo o dia custa 8,80 euros (cerca de R$ 56) e é composta por papel comestível, impregnado com uma leve camada de óleo de cannabis, “com três gotas no máximo”, explica a BVG.

Ao expirar sua validade de 24 horas – se o passageiro comer antes, perde o direito de transporte –, a empresa recomenda que o produto seja consumido.

“Como não contém substâncias psicoativas, o óleo é totalmente inofensivo para a saúde e perfeitamente legal”, acrescenta a empresa.

O anúncio gerou piadas e memes nas redes sociais. Um internauta brincou com a iniciativa e disse que “agora também se pode ‘voar’ com a BVG”.

A operação não tem nada a ver com o debate sobre a legalização da maconha no país – o novo governo alemão prevê aprovar sua venda em comércios autorizados.

A BVG disse ainda que é “contra qualquer forma de consumo de drogas”.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui