Michael Lang, idealizador do festival de Woodstock, morre aos 77 anos

Woodstock foi maior festival de contracultura nos Estados Unidos e marcou anos 1960


0
Foto: Ginny Winn/Michael Ochs Archives

Michael Lang, que com apenas 24 anos realizou o Festival de Woodstock, morreu no sábado (8), aos 77 anos. O produtor e empresário cuidou da carreira de Joe Cocker, uma das atrações do festival, nos anos 70 e também esteve entre os responsáveis pelas outras edições do evento: o de 1994 e o de 1999, onde tudo deu errado.

O “Woodstock Music & Art Festival” aconteceu entre os dias 15 e 17, 18 na verdade já que os shows se estenderam até a manhã de segunda-feira, de agosto de 1969. Lang já havia produzido shows na área de Miami e um festival bem sucedido, o 1968 Pop & Underground Festival.

Apesar do nome, o Woodstock Festival aconteceu na verdade na vizinha Bethel. O que Lang e seus sócios na empreitada não imaginavam é que uma verdadeira multidão, a maioria sem ingresso, decidiu ir ao evento. Com um público estimado em 400 mil pessoas, e a ameaça de entrar-se em estado de calamidade pública, decidiu-se retirar as grades e não cobrar pela entrada das pessoas, gerando um prejuízo enorme que seria recuperado, ao menos em parte, com o sucesso do documentário sobre os “três dias de paz e amor”, lançado em 1970.

O festival foi palco de apresentações antológicas de Santana, Sly And The Family Stone, The Who, Joe Cocker, Crosby Stills Nash and Young e Jimi Hendrix e inspirou, e ainda inspira, uma série de eventos semelhantes ao redor do mundo.

Fonte: Vagalume

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui