Ministro diz que pretende restabelecer toda energia no Amapá em até 10 dias

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h.


0
Foto: Reprodução / Pixabay

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse nesta sexta-feira (6) que pretende restabelecer toda a energia no estado do Amapá em até 10 dias. Ele explicou que o plano para tentar restaurar a energia em 70% do estado até esta quinta (5) não deu certo porque a operação é “complexa”. “Em até 10 dias nós pretendemos restabelecer 100% da energia no Amapá”, afirmou o ministro, depois de uma reunião com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Na noite de terça-feira (3) um incêndio em uma subestação de energia localizada na Zona Norte da capital Macapá provocou um apagão. Treze dos 16 municípios do estado foram afetados.


OUÇA O PROGRAMA 


RS contabiliza 20 óbitos por Covid-19 e 3.072 novos casos nesta sexta-feira

Segundo boletim da Secretaria Estadual de Saúde desta sexta-feira (6), o Rio Grande do Sul contabiliza 20 novos óbitos por coronavírus. Com isso o Estado passa a somar 5.973 mortes em decorrência da doença desde o início da pandemia. Também foram informados 3.072 novos casos positivos para Covid-19, totalizando 257.785, em 497 municípios gaúchos. Destes, 240.929 (93%) já se recuperaram da doença e 10.849 (4%) estão em acompanhamento. Entre os óbitos divulgados nesta sexta, um é do mês de julho e outro de setembro, que agora tiveram suas fichas completadas. Os demais são de datas entre os dias 21 de outubro e 5 de novembro. GH

Mapa preliminar tem três regiões com bandeiras vermelhas e duas amarelas

Na rodada em que o modelo de Distanciamento Controlado completa seis meses de vigência, o Rio Grande do Sul volta a ter regiões com alto risco epidemiológico e, também, com baixo risco. O 27º mapa preliminar, divulgado nesta sexta-feira (6), traz três regiões em bandeira vermelha (risco alto), 16 regiões em bandeira laranja (risco epidemiológico médio) e duas em bandeira amarela (risco baixo). A região de Lajeado (maioria dos municípios do Vale do Taquari) ficou, pela décima semana seguida, na bandeira laranja. As regiões de Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo apresentaram piora nos indicadores e passaram para bandeira vermelha. Nas regiões de Erechim e Bagé, foi percebido o contrário, e ambas ficaram em bandeira amarela neste mapa preliminar. As regiões podem enviar recursos até a manhã de domingo (8). Fonte: Governo RS

Justiça autoriza volta das aulas presenciais na rede estadual

A Justiça suspendeu liminar que interrompeu retomada de aulas presenciais na rede estadual. A desembargadora Marilene Bonzanini deferiu, na tarde desta quinta-feira (5), o pedido de efeito suspensivo ao recurso apresentado pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e suspendeu a liminar que determinava realização de prévia verificação da conformidade das escolas estaduais por agente técnico do Estado como condicionante da volta das atividades presenciais. No recurso, a PGE sustentou que uma autorização prévia de profissional de saúde não garante a preservação da segurança, que é algo que depende do engajamento constante da comunidade. Fonte: Correio do Povo

Consulta Popular 2020: Vale do Taquari elege projetos para turismo rural e sistema integrado de outorga de água

O resultado da Consulta Popular 2020 foi divulgado nesta sexta-feira (6). Entre os quatro projetos disponíveis para votação no Vale do Taquari, os eleitores elegeram as propostas número 1, que visa a Estruturação do Turismo Rural a partir das agroindústrias familiares e opção 3, que trata sobre a potencialização do Sistema Integrado de Outorga de Água (Siout). Dos 277.221 eleitores aptos a votarem na região, apenas 8.544 participaram do pleito. O projeto mais votado foi sobre o turismo rural, recebendo 7.221. Em segundo lugar ficou Sistema Integrado de Outorga com preferência de 499 votantes. Ainda estavam disponíveis outros dois projetos, que juntos receberam 824 votos, um deles sobre o sistema de alerta de enchentes no Vale do Taquari, com a confecção de aplicativo para acompanhamento dos níveis e outro para incentivo da produção orgânica através da qualificação de produtores.

Produção de veículos sobe 7,4% em outubro, mas recua na comparação anual

A indústria automotiva do Brasil elevou a produção em 7,4% em outubro ante setembro, para 236.468 veículos, melhor desempenho mensal do ano, mas na comparação com o mesmo mês do ano passado houve queda de 18% no volume montado. As vendas de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos subiram 3,5% na comparação mensal, mas recuaram 15,1% na relação anual, para 215.044 unidades, melhor resultado do ano, segundo dados informados nesta sexta-feira pela associação de montadoras, Anfavea. Fonte: CNN

Biden passa Trump na Pensilvânia e se aproxima de vitória

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, passou o presidente Donald Trump na Pensilvânia nesta sexta-feira (6). Com 95% das urnas do estado apuradas, Biden agora tem 3.295.304 votos (49,4%) contra 3.289.717 (49,3%) de Trump, uma diferença de pouco mais de 5 mil votos. A Pensilvânia tem 20 delegados no Colégio Eleitoral. Caso Biden vença neste estado, vai ultrapassar os 270 votos necessários para ser eleito presidente dos Estados Unidos. Cerca de 25 mil votos ainda devem ser contabilizados na região. Fonte: CNN

Inflação acelera para 0,86% em outubro, maior alta para o mês desde 2002

Puxado novamente pela alta nos preços dos alimentos, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, avançou 0,86% em outubro, acima da taxa de 0,64% registrada em setembro, divulgou nesta sexta-feira (6) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Trata-se da maior alta para o mês desde 2002, quando a taxa foi de 1,31%, e também da maior taxa desde dezembro de 2019, quando avançou 1,15%. Em outubro de 2019, a variação havia sido de 0,10%. No acumulado em 2020, o IPCA passou a registrar alta de 2,22% e, em 12 meses, de 3,92%, acima dos 3,14% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Fonte: G1

Grêmio enfrenta Cuiabá e Inter pega o América-MG nas quartas de final da Copa do Brasil

A dupla Gre-Nal vai enfrentar dois times do G4 da Série B nas quartas de final da Copa do Brasil. Em sorteio realizado na manhã desta sexta-feira na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), ficou definido que o Grêmio pegará o Cuiabá e o Inter jogará contra América-MG. O time de Mato Grosso está na segunda colocação da segunda divisão do Brasileirão, com 36 pontos, e a equipe mineira está em terceiro, com 35. O Grêmio fará o primeiro jogo fora e decidirá na Arena. Já o Inter começa a fase no Beira-Rio e faz a partida de volta na Arena Independência. As datas e horários dos confrontos serão anunciados posteriormente. Se o Grêmio passar pegará o vencedor de Flamengo e São Paulo (segundo jogo no Morumbi) e se o Inter passar enfrentará o ganhador de Palmeiras e Ceará (segundo jogo no Castelão). Quem avançar para a semifinal vai receber mais R$ 7 milhões como premiação. Na fase final, o vice receberá R$ 22 milhões e o campeão leva R$ 54 milhões. Fonte: Correio do Povo

Produção e apresentação: Ricardo Sander
Próxima edição: segunda-feira às 8h

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui