Modelo de pavimentação associativa de Arroio do Meio conclui mais quatro ruas

Na rua do Bairro Rui Barbosa, 32 famílias foram beneficiadas com o calçamento


0
Foto: Divulgação

Mais quatro ruas foram concluídas recentemente pelo programa de pavimentação associativa PavimentaFácil, em Arroio do Meio. As obras foram executadas na rua Afonso Brod, no Bairro Aimoré (256 metros de extensão), na Rua dos Lírios no bairro Bela Vista (89 metros de extensão), Rua Flávia Petry no Bairro D. Pedro II (72 metros de extensão) e em Rui Barbosa na Rua José Trasel (301 metros de extensão), onde falta o deslocamento dos postes de concreto sobre a via, serviço que já foi solicitado à concessionária de energia.

Na rua do Bairro Rui Barbosa, 32 famílias foram beneficiadas com o calçamento. Um dos moradores favorecidos é Marcelo Rutz. Segundo ele, o tráfego intenso de caminhões e veículos de passeio fazia com que os moradores enfrentassem muito problema com a poeira. “Conversei com os vizinhos que também se queixavam desse problema e optamos pelo calçamento da rua. Estão todos muito felizes com o resultado. Só elogios ao trabalho que foi realizado. Agora temos qualidade de vida, sem falar que a nossa rua ficou ainda mais bonita”.

Obras iniciadas

Na última semana, a Administração Municipal de Arroio do Meio, por meio da secretaria de Obras e de Planejamento deu início às obras de pavimentação em mais três ruas nos bairros São Caetano e Barra do Forqueta. Em São Caetano os trabalhos estão sendo executados nas ruas Jabuticabeira e Pitangueira, beneficiando 24 famílias. Será pavimentada uma área de 2.090 m² em uma extensão de 235 metros. Já na rua dos Pardais, na Barra do Forqueta, a pavimentação beneficia 14 famílias em uma área de 770m² e 96 metros de extensão.

Com um total de 28 ruas concluídas, o modelo associativo prevê que o município entre em contrapartida na obra com a elaboração do projeto técnico, terraplanagem, fornecimento de meio-fio, colocação de rede pluvial e, se necessário, rompimento de rochas nas valas. Por outro lado, os proprietários dos lotes terão de arcar com a pedra, a mão de obra para assentamento da colocação do meio-fio e execução das caixas de passagem e bocas de lobo. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui