Monitora de creche já recolheu material reciclado para ajudar a família

"Antes de vir pra Lajeado fui recolher material reciclado com um carrinho pra ajudar meu marido", diz Adriana Lima


0
Adriana Lima (47) (Foto: Joel Alves)

Natural de São Gabriel, cidade que está localizada na Campanha gaúcha, próximo da fronteira com o Uruguai, Adriana Lima (47) e a família se mudaram para Lajeado há 17 anos. O objetivo era estabilidade financeira, pois em São Gabriel havia pouca oportunidade de emprego.


ouça a entrevista 


 

Como passavam por problemas financeiros Adriana resolveu recolher material reciclado para ajudar seu marido nas despesas da família. Ao chegar na empresa e solicitar um carrinho, o proprietário achou que ela não conseguiria, pois o carrinho é pesado e ela andaria longas distâncias.

“Eles achavam que eu não conseguiria. Foi difícil, mas não desisti e fiquei recolhendo material por um ano”, relembra Adriana.

Ao chegar em Lajeado com o marido e dois filhos Adriana vou atrás de novas oportunidades. Participou de um concurso público e passou como monitora de uma creche no Bairro Campestre, em Lajeado.

“Lajeado tem sido muito boa pra nós. Quando lembro do passado e comparo com os dias de hoje só tenho a agradecer”, fala emocionada Adriana.

Em plena pandemia Adriana perdeu 27 quilos. Conseguiu isso cuidando do que come e com caminhadas. Diariamente ela vai caminhando entre o Bairro Olarias, onde mora, e a escola em que trabalha, e também faz caminhadas à noite.

“Tive início de depressão e ansiedade e caminhar me ajudou muito. Quando caminho perco peso, curo a depressão e penso em Deus”, diz sorrindo Adriana Lima

Texto: Joel Alves

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui